Truck: Bem preparado, Roberval entra otimista na disputa pelo título da Fórmula Truck

Campeão de 2002 vê no intenso trabalho de desenvolvimento do novo caminhão Scania um trunfo para buscar seu segundo título na categoria.

A disputa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck de 2008 terá seus primeiros momentos nesta sexta-feira (29), dia em que os 25 pilotos da categoria vão à pista no Autódromo Nelson Luiz Barro, na cidade gaúcha de Guaporé, para os primeiros treinos livres visando a corrida de domingo (2), primeira das 10 que o calendário estipula. A expectativa geral é de que a temporada seja a mais acirrada da história da competição dos caminhões.


Diante de um panorama em que pelo menos uma dúzia de competidores têm seus nomes na lista de principais candidatos ao título, o desenvolvimento dos caminhões no trabalho de pré-temporada é ponto fundamental para quem planeja chegar à fase final do campeonato com chances de conquistá-lo. Neste ponto, um dos mais otimistas competidores da categoria é Roberval Andrade, paulista que busca seu segundo título na Fórmula Truck.


“Vai ser uma grande temporada. Nossa equipe está reforçada e temos muitos itens do planejamento de desenvolvimento já aplicados aos caminhões”, diz o piloto e chefe da equipe Roberval Motorsport, que em 2008 passa a ter como companheiro de time outro campeão da F-Truck, o pernambucano Beto Monteiro. Os dois vão pilotar caminhões Scania. “Os resultados da nossa preparação foram bons. Agora, é esperar pelas corridas”, diz.


A pista de Guaporé, que recebe a primeira corrida do ano, está entre as prediletas de Roberval Andrade. “Gosto muito das características da pista, sempre consigo andar rápido lá. O único problema que vejo é o fato do asfalto ser muito abrasivo. O desgaste dos pneus durante a corrida pode ser muito acentuado, de acordo com a temperatura, essa questão exige uma atenção especial. Mas vejo uma chance considerável de ganhar a corrida”, afirma.


Roberval, que tem seu caminhão decorado nas cores de Scania, Frum, Rodafuso, Mann, KS, Banco PanAmericano, Tanesfil, Niju e Consórcio Nacional Scania, freqüentou três vezes o pódio nas seis corridas que disputou em Guaporé. Em 2002, largou em quarto e venceu. No ano seguinte, foi quinto, depois de largar em quarto. Em 2004, partiu em oitavo e terminou em terceiro. Além disso, abandonou as provas de 2001 e 2005 e ficou em sétimo na de 2006.


A programação de treinos em Guaporé prevê duas sessões livres para esta sexta, com duração de 60 minutos, às 14h e às 16h. No sábado (1º) haverá mais dois treinos livres às 9h e às 11h. A tomada de tempos classificatória está marcada para as 15h. A prova de domingo terá largada às 14h e será transmitida ao vivo pela Rede Bandeirantes, com narração de Téo José, comentário de Eduardo Homem de Mello e reportagem de Luiz Silvério.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *