Mundial de Rali: Brasileiros vivem dia sem problemas na Jordânia

Paulo Nobre e Edu Paula completaram segundo dia do Rally da Jordânia e seguem na luta para marcar pontos na segunda etapa consecutiva.

O Rally da Jordânia, 3ª etapa do Campeonato Mundial de Rali (WRC) realizou seu segundo dia de competição nesta sexta-feira. A dupla brasileira, Paulo Nobre/Edu Paula (Link Investimentos), voltou ao rali depois de enfrentar problemas e parar na 3ª especial de quinta-feira. Ela se manteve na 9ª colocação pela categoria P-WRC (carros de produção), mas descontando a diferença que o separa do carro que vai a sua frente na classificação da prova.
 
“Hoje o carro estava ótimo. Conseguimos passar ilesos pelas pedras do meio e dos lados do caminho. Andamos dentro das nossas possibilidades e adoramos a Especial Jordan River. Ela era muito técnica, oscilando várias curvas de baixa e média velocidade e poucas de alta. Pouquíssimos trechos de reta, mas com ótimo piso e vários tipos de terreno, como montanhoso e estreito passando no meio de falésias e depois íamos acompanhando o rio que divide Jordânia e Israel no meio da vegetação. Confesso que nos últimos cinco dos 41 km de Especial eu estava exausto e o Edu quase sem voz. Pena não ter mais Especiais como essa nesse rali”, contou o piloto brasileiro, que nesta sexta-feira descontou cinco minutos da diferença que o separa do 8º colocado da P-WRC, a dupla finlandesa Reijo Muhonen/Lasse Miettinen. A liderança da categoria está com a dupla sueca Patrik Flodin/Goran Bergsten, enquanto que na divisão principal, o WRC, o líder é Sebastien Loeb/Daniel Elena.
Paulo Nobre gostou da maneira que estão sendo utilizadas algumas Especiais na Jordânia, que são disputadas em ambos os sentidos. Por exemplo, o trecho que foi usado como a 3ª e 6ª Especiais do rali, também foi a 9ª e 12ª Especiais, só que percorridas no sentido contrário. “Bem interessante e inteligente fazer um mesmo trecho em sentido contrário. Na verdade acabamos tendo duas Especiais completamente diferentes sem ter de procurar duas novas estradas para o rali passar. O levantamento de cada sentido é feito em dias ou horários bem diferentes para evitar qualquer perigo”, contou Nobre.
Neste sábado, os pilotos e navegadores terão um longo dia pela frente, já que enfrentarão oito Especiais. Serão percorridos 105 km de trecho cronometrado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *