NASCAR: Equipe brasileira testa dois brasileiros e um espanhol

X Team Racing já visa a temporada 2012 e terá, esta semana, Giuliano Losacco, Carlos Iaconelli e Adrián Campos Junior testando seus carros na Carolina do Norte, demonstrando interesse no crescimento do time

O X Team Racing, primeira equipe brasileira da história da NASCAR, já se prepara visando a temporada de 2012. O time, liderado pelo empresário Geraldo Rodrigues, fez memorável temporada de estreia na K&N East Series, uma das divisões da principal categoria do esporte a motor norte-americano. Contando com três pilotos, o time venceu uma corrida – um feito impressionante, considerando-se o ano de estreia de uma equipe brasileira e um automobilismo extremamente fechado como o americano -, marcou três pole positions, dominou as três primeiras posições do grid de largada em Langley, além de ter terminado o campeonato com seus três pilotos em quarto, quinto e sexto lugar, tendo Alex Bowman como o melhor estreante da temporada (Rookie of the Year).

“De fato, foi uma temporada de sonhos para nós. Não esperávamos, em um ano de estreia, ter a equipe andando constantemente na frente. Foi um desafio enorme, já que começamos as operações no dia 5 de janeiro, e alguns meses depois vencemos nossa primeira corrida”, lembra o empresário.

Agora, Rodrigues e seus parceiros trabalham na expansão do time, tornando-o latino, não apenas brasileiro. O início desta nova fase do X Team Racing acontece nesta terça (18) e quarta-feira (19) em Hickory, no estado norte-americano da Carolina do Norte, onde três pilotos testarão o Toyota da equipe: os brasileiros Giuliano Losacco e Carlos Iaconelli, e o espanhol Adrian Campos Junior.

“Vamos dar oportunidade a pilotos com muita experiência em outras categorias para provar nossos carros. Esta é uma primeira etapa do projeto. A segunda fase é uma evolução natural: trabalhar para termos estes pilotos guiando para a equipe em 2012”, explicou Geraldo, que tem longa e respeitada carreira no automobilismo como empresário de pilotos – foi o manager que mais levou pilotos latino-americanos à Fórmula 1, feito reconhecido pelo presidente da FOM (Formula One Managment), Bernie Ecclestone.

Giuliano Losacco é bicampeão da Stock Car e é, dos três, quem possui maior experiência em carros do tipo turismo. Carlos Iaconelli vem de uma longa experiência em monopostos na Europa, que incluiu, recentemente, passagens pela World Series, Fórmula 2 e GP2 – último degrau antes da Fórmula 1. Adrián Campos Junior, espanhol de 23 anos, disputa desde 2010 a Indy Lights, tendo passado pela Fórmula 3 Espanhola. O piloto é filho de Adrián Campos, ex-piloto de Fórmula 1 nos anos 80.

“Estes três pilotos demonstraram grande interesse, e para nós é uma honra contar com profissionais de tão alto nível querendo trabalhar conosco em uma equipe tão jovem”, destacou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *