NASCAR K&N Pro Series East: Equipe brasileira faz história na NASCAR e conquista sua 1ª vitória

Matt DiBenedetto liderou todas as 156 voltas do Army Strong 150, na Carolina do Norte. Objetivo da equipe agora é lutar pelo título

O objetivo da X Team Racing, primeira equipe brasileira da história da NASCAR, era o de se firmar em uma das divisões da categoria e ter constantemente um de seus três pilotos entre os 10 primeiros. No entanto, em sua primeira corrida, seus três carros terminaram entre os seis melhores – um deles em segundo lugar. Na mesma ocasião, veio a primeira pole position. E a segunda, e a terceira. No último sábado, durante a Army Strong 150 (quinta etapa do K&N Pro Series East), foi conquistada a primeira vitória do time comandado pelo engenheiro Laerte Zatta e pelo empresário Geraldo Rodrigues. Ela veio pelas mãos do norte-americano Matt DiBenedetto, californiano de 19 anos.

A corrida aconteceu no tradicional oval de ¼ de milha montado no estádio Bowman Gray, na cidade de Winston, estado da Carolina do Norte. A primeira fila também foi dominada pelo X Team Racing: Coleman Pressley fez a pole position, com DiBenedetto em segundo. Pressley, no entanto, abandonou na 125ª das 156 voltas com um vazamento de óleo.

O piloto do carro número 15 superou o companheiro de equipe logo na largada. “Foi uma bênção pular na frente e conseguir liderar desde o começo. Era o que eu queria fazer, mas não imaginava que funcionaria tão bem largando do lado de fora”, comentou Matt, que liderou todas as 156 voltas da prova de forma incontestável. “A corrida foi dura, porém excelente. É um sentimento incrível conseguir este resultado. Eu gostaria de agradecer ao X Team Racing por acreditar em mim. Espero agora poder entrar na luta pelo campeonato”, afirmou o piloto, que agora é o vice-líder da tabela com 778 pontos, a apenas 17 do líder Darrel Wallace Jr.

“Upgrade” de objetivos – Abrir as portas do automobilismo norte-americano para o Brasil é o principal objetivo do X Team Racing, primeira equipe brasileira na história do principal campeonato do automobilismo norte-americano. A iniciativa é inédita em termos de criar meios para o acesso à tradicional categoria e nasce de uma parceria firmada entre o empresário Geraldo Rodrigues e o engenheiro Laerte Zatta.

Agora, segundo Rodrigues, as metas passam a ser mais audaciosas depois da vitória do último sábado (4). “Quando começamos com a equipe, as expectativas eram modestas justamente por estarmos entrando na competição. O objetivo era fazer um bom trabalho, colocando pelo menos um dos carros regularmente entre os dez primeiros. Logo percebemos que conseguiríamos: colocamos três carros no top-6 na primeira corrida, fizemos três poles, então a missão ficou maior e passamos a pensar em vitória”, destacou o empresário.

“Francamente nunca pensei que isso (a vitória) fosse acontecer tão rapidamente, logo no primeiro ano. Esta é uma categoria extremamente competitiva, difícil, fechada. Mas estamos fazendo um trabalho excelente, com grandes profissionais. Então, é hora de pensar em disputar o campeonato, já que temos dois pilotos entre os cinco primeiros no campeonato”, concluiu.

A próxima etapa da NASCAR K&N Pro Series East acontece no próximo sábado (11) no Gresham Motorsports Park.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *