NASCAR Nationwide Series: Keselowski vence em Richmond. Nelsinho Piquet sai no tapa com Brian Scott

Brad Keselowski (Ford) venceu na noite desta sexta-feira (26/04), a Toyota Care 250, no Richmond International Raceway, 7ª etapa da NASCAR Nationwide Series. Foi a 21ª vitória de do piloto da Penske Racing na categoria, Kevin Harvick (Chevrolet) e Kyle Busch (Toyota) completaram os três primeiros.

Keselowski, Edwards e Bush trocaram várias vezes de posição nas 50 voltas finais. Faltando nove voltas para o final, Keselowski superou Busch, em definitivo.

Pole-position, Keselowski venceu com 0s718 de vantagem sobre Edwards. Busch, que tentava a sua quarta vitória consecutiva na NNS, terminou em terceiro.

Brian Vickers (Toyota) em quarto, foi o primeiros dos que disputam o campeonato, seguido por Regan Smith (Chevrolet). Elliot Sadler (Toyota), o líder do campeonato, Sam Hornish (Ford), Kyle Larson (Chevrolet), Travis Pastrana (Ford) e Reed Sorenson (Ford) fecharam os dez primeiros.

O brasileiro Nelsinho Piquet (Chevrolet) terminou na 14ª posição. Ele, junto com Brian Scott (Chevrolet) protagonizaram a maior confusão após a prova. Nas voltas finais os dois disputavam posição, quando Nelsinho tocou em Scott que foi para o muro, perdendo posições. Depois da bandeirada, Scott emparelhou com o carro do ex-piloto de F-1, e bateu na lateral. Os dois carros se enroscaram e foram para o muro.

Fora dos carros, Nelsinho foi para cima de Scott, com os dois, ainda de capacete, trocando empurrões. Em entrevistas, ambos jogaram a culpa dos incidentes no outro. 

Em 1982, o pai de Nelsinho, Nelson Piquet, também saiu no tapa com um piloto, após um acidente na F-1. Nelson foi tirado do GP da Alemanha de 1982 pelo chileno Eliseo Salazar. As cenas de Nelson, ainda de capacete, assim como Salazar, empurrando o chileno, viraram cenas clássicas na história da F-1.

A prova teve vários acidentes, com a prova chegando a ser paralisada em bandeira vermelha, nas primeiras voltas, devido à forte batida de Dexter Stacey (Ford) na 22ª volta. 

A prova teve um total de 250 voltas, em 2h14m18s. Foram oito bandeiras, por 57 voltas. Harvick liderou 96 voltas, Hornish Jr. 86, Keselowski 35, Busch e Sadler 18 cada. 

Hornish lidera o campeonato com 259 pontos, apenas um a mais do que Smith. Scott é o terceiro com 236.

A próxima etapa acontece em Talladega, no dia 04 de maio.

Final:

1.  Brad Keselowski, Ford, 250 voltas

2.  Kevin Harvick, Chevrolet, 250

3.  Kyle Busch, Toyota, 250

4.  Brian Vickers, Toyota, 250

5.  Regan Smith, Chevrolet, 250

6.  Elliott Sadler, Toyota, 250

7.  Sam Hornish Jr., Ford, 250

8.  Kyle Larson, Chevrolet, 250

9.  Travis Pastrana, Ford, 250

10.  Reed Sorenson, Ford, 250

14.  Nelson Piquet Jr., Chevrolet, 250

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *