NASCAR Sprint Cup Series: Tony Stewart vence em Daytona, após largar na última fila


TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Tony Stewart (Chevrolet) venceu na noite de sábado (07/07), a Coke Zero 400, no Daytona International Speedway, 18ª etapa da NASCAR Sprint Cup Series. Foi a 3ª vitória do piloto da Stewart-Haas Racing no ano e 47ª na categoria. Jeff Burton (Chevrolet) e Matt Kenseth (Ford) completaram os três primeiros.

Stewart marcou o segundo tempo no treino classificatório, mas irregularidades técnicas em seu carro o derrubaram para a penúltima posição.

Pole-position Kenseth liderou as primeiras cinquenta voltas, quando foi superado pelo parceiro de equipe Greg Biffle. 

A primeira bandeira amarela da prova aconteceu na 81ª volta, exatamente uma volta após a metade. Sam Hornish Jr. (Dodge) rodou na curva dois. Piloto da Penske Racing na Nationwide Series, Hornish substituiu em cima da hora A.J.Allmendinger, suspenso por falhar no exame antidoping realizado na etapa de Kentucky.

Com os lideres entrando nos boxes em bandeira amarela, Brad Keselowski (Dodge) foi acertado por Ryan Newman (Chevrolet) que escorregou nos pits, após se enroscar com Kasey Kahne (Chevrolet) e Jeff Gordon (Chevrolet). Os quatro carros sofreram danos na confusão.

Na 86ª volta a prova recomeçou com Kenseth na liderança, seguido por Biffle.

Cinco voltas depois; aconteceu a segunda amarela. Kurt Busch (Chevrolet), Trevor Bayne (Ford) e Bobby Labonte (Toyota) entre outros, bateram entre as curvas 3 e 4. Kenseth manteve a ponta na relargada, na 96ª volta. Stewart era o 7º.

Com Kenseth em primeiro, a terceira amarela foi agitada na 125ª volta. Jimmie Johnson (Chevrolet), Jeff Gordon, Regan Smith (Chevrolet), Joey Logano (Toyota), Michael Waltrip (Toyota) e Bill Elliott (Toyota) foram alguns dos envolvidos no acidente na curva quarto.  Os líderes foram para mais uma parada nos pits. Biffle parou logo quando a amarela foi agitada, e levou uma punição (pois o pit estava fechado), caindo para o final do pelotão.

Kyle Busch (Toyota) era o líder na relargada, na 131ª volta; seguido por Stewart.  Kenseth, que ao contrário de Biffle passou pelos boxes, mas não parou, caiu para 10º.

Keselowski se acidentou na 144º volta, provocando a quarta amarela. Quatro voltas depois, com Stewart na liderança, a prova recomeçou.

Faltando oito voltas para o final, um múltiplo acidente entre mais de dez carros na curva um, provocou a quinta amarela. Denny Hamlin (Toyota), Jeff Gordon, Kyle Busch, Bayne, David Gilliland (Ford), Juan Pablo Montoya (Chevrolet), Marcos Ambrose (Ford), Dave Blaney (Chevrolet), Clint Bowyer (Toyota), Logano , Martin Truex Jr. (Toyota),  foram alguns dos envolvidos.

Na 159ª volta a prova recomeçou, para mais duas voltas em bandeira verde. Stewart superou Kenseth e Biffle, reassumindo a ponta.

Enquanto Stewart recebia a bandeirada, um grande acidente acontecia na curva quatro. Dale Earnhardt Jr. (Chevrolet), Biffle, Kevin Harvick (Chevrolet), Kyle Busch, Terry Labonte (Ford), Aric Almirola (Ford), Jamie McMurray (Chevrolet), Travis Kvapil (Toyota) entre outros se envolveram no acidente.

Após 2h47m11s de prova, Stewart venceu com 0s111 de vantagem sobre Burton. Kenseth, líder em 89 voltas, foi o 3º. Stewart liderou 22 voltas.

Logano terminou em 4º, seguido por Newman. Carl Edwards (Ford), Kahne, Keselowski, Waltrip e Bobby Labonte, completaram os dez primeiros.

Kenseth lidera o campeonato com 676 pontos, quinze a mais do que Biffle. Earnhardt Jr. com 632 é o 3º.

A próxima etapa acontece no dia 15 de julho, em New Hampshire.

Final:

1 – Tony Stewart (Chevrolet) – Stewart/Haas – 160 voltas
2 – Jeff Burton (Chevrolet) – Childress – 160
3 – Matt Kenseth (Ford) – Roush – 160
4 – Joey Logano (Toyota) – Gibbs – 160
5 – Ryan Newman (Chevrolet) – Stewart/Haas – 160
6 – Carl Edwards (Ford) – Roush – 160
7 – Kasey Kahne (Chevrolet) – Hendrick – 160
8 – Brad Keselowski (Dodge) – Penske – 160
9 – Michael Waltrip (Toyota) – Waltrip – 160
10 – Bobby Labonte (Toyota) – JTG – 160
11 – David Reutimann (Chevrolet) – Waltrip – 160
12 – Jeff Gordon (Chevrolet) – Hendrick – 160
13 – Jamie McMurray (Chevrolet) – Ganassi – 160
14 – Paul Menard (Chevrolet) – Childress – 160
15 – Dale Earnhardt Jr. (Chevrolet) – Hendrick – 160
16 – Travis Kvapil (Toyota) – BK – 160
17 – Martin Truex Jr. (Toyota) – Waltrip – 160
18 – Casey Mears (Ford) – Germain – 160
19 – Aric Almirola (Ford) – Petty – 160
20 – Terry Labonte (Ford) – FAS Lane – 160
21 – Greg Biffle (Ford) – Roush – 160
22 – Kevin Harvick (Chevrolet) – Childress – 160
23 – Kyle Busch (Toyota) – Gibbs – 160
24 – Dave Blaney (Chevrolet) – Baldwin – 160
25 – Denny Hamlin (Toyota) – Gibbs – 156
26 – David Ragan (Ford) – Front Row – 155
27 – Trevor Bayne (Ford) – Wood – 152
28 – Juan Montoya (Chevrolet) – Ganassi – 152
29 – Clint Bowyer (Toyota) – Waltrip – 152
30 – Marcos Ambrose (Ford) – Petty – 152
31 – David Gilliland (Ford) – Front Row – 152
32 – Landon Cassill (Toyota) – BK – 151
33 – Sam Hornish (Dodge) – Penske – 149
34 – Regan Smith (Chevrolet) – Furniture Row – 133
35 – Kurt Busch (Chevrolet) – Phoenix – 132
36 – Jimmie Johnson (Chevrolet) – Hendrick – 124
37 – Bill Elliott (Toyota) – Nemco – 123
38 – Josh Wise (Ford) – Front Row – 47
39 – David Stremme (Toyota) – Inception – 25
40 – J.J. Yeley (Toyota) – Robinson – 16
41 – Joe Nemechek (Toyota) – Nemco – 10
42 – Stephen Leicht (Chevrolet) – Childress – 4
43 – Michael McDowell (Ford) – Parsons – 3

Compartilhar
TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *