Outras: CBA prepara ficha médica padrão para pilotos

Documento deverá ser exigido na temporada de 2012

A Comissão Médica da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), liderada pelo Doutor Dino Altmann, desenvolveu uma nova ficha médica padrão para os pilotos filiados à entidade. O documento deverá entrar em vigor em 2012 e visa centralizar as informações referentes à condição médica dos atletas junto às federações, proporcionando sigilo e segurança aos competidores.
A nova ficha é baseada nas recomendações de segurança emitidas pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e de diversos códigos de trânsito. O exame médico para a emissão desse documento será feito na sede das federações e terá duração entre 15 e 20 minutos; além da avaliação no local os pilotos deverão apresentar exames complementares que demandem equipamento específico. A emissão das cédulas desportivas será autorizada após a aprovação no exame médico e da assinatura de um termo de responsabilidade. Nesse documento o concorrente atesta a veracidade dos exames apresentados e de que tem ciencia da possibilidade de passar por exames anti-doping nos eventos que venha participar. Segundo o Dr. Dino Altmann, a medida será aplicada a pilotos de todas as modalidades:
“Trata-se de um documento compulsório para todo piloto de competição em qualquer categoria do automobilismo nacional, incluindo o kart”.
Para o presidente da CBA, Cleyton Pinteiro, a ficha médica padrão também vai aproximar os pilotos de suas respectivas federações:
“O fato dos exames médicos serem realizados na sede das Faus, como nós chamamos as federações proporcionará maior contato entre setores que nem sempre interagem na intensidade e freqüência desejáveis, o que vai contribuir para melhorar o relacionamento entre todos os envolvidos no automobilismo.”
O documento é o primeiro resultado do trabalho da nova Comissão Médica da CBA e foi criado pelos cinco integrantes da equipe do Dr. Altmann, os doutores Fernando Novo, Pedro Rozolen Júnior, Dorival de Carlucci Filho, Cláudio Birolini e Marcelo Fontenelle Ribeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *