Outras: Participantes esquentam motores para Brasileiro de Velocidade na Terra

Equipes prontas para acelerar neste final de semana! Desta vez, o local escolhido para realização da 2ª etapa do Campeonato Brasileiro de Velocidade na Terra é a cidade de Corderópolis, no interior de São Paulo. A pista de terra está em obras e vem sofrendo uma série de benfeitorias, que devem garantir provas emocionantes, já que o circuito é considerado de alta velocidade pelos organizadores.

Os pilotos vão encarar aproximadamente dois quilômetros de uma pista cheia de curvas sinuosas e longas retas, em duas baterias com 18 voltas, ou 25 minutos. A competição é disputada em duas provas em cada uma das três categorias, Turismo (carros com motores 1.6), Fórmula Tubular (gaiolas com motores 1.6, carburadas) e Super Fórmula Tubular (gaiolas com motores 1.6, injetadas).

E o clima de disputa já está no ar. Raijan Mascarello Campeões, líder absoluto com 40 pontos, vem com um motor novo para tentar se manter na ponta. “Acredito que o carro está à ponto de bala e eu estou muito confiante. Creio que se tudo correr bem, terei chances de conseguir mais uma vitória”, disse o piloto da equipe Landini.

O piloto Wagner Reinders, do Espírto Santo, lidera na Fórmula Tubular após uma vitória e um segundo lugar na etapa de abertura, em Tapes/RS. Já o gaúcho Giovani Pick, que compete na Turismo, quer continuar subindo na tabela para conquistar o bicampeonato. Pick venceu as duas provas quando correu em casa, mas agora terá um grid bem mais forte do que o enfrentado na primeira etapa.

O Campeonato Brasileiro de Velocidade na Terra é organizado pela Comissão Nacional de Velocidade na Terra, com a supervisão Confederação Brasileira de Automobilismo de (CBA).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *