Outras: Velocidade na Terra agitou São José dos Pinhais

A 6.ª etapa do Paranaense e 4.ª do Metropolitano de Velocidade na Terra 2008 foram realizadas no domingo passado (17/8), no Autódromo de São José dos Pinhais. As provas organizadas pela AGV Promotora de Eventos, com supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPA), Johny Sequinel na direção de prova, Jackson Mendes e João Bucko como comissários desportivos, e, Miguel Bucko o comissário técnico, onde os vencedores por categoria foram: Amauri de Jesus Soares (Auto Cross – Fórmula), Rogério Duarte (Auto Cross – Super Fórmula), Cláudio Harmuch (Fusca Cross), Hemerson Pampuch (Novatos), Stive Tokarski (Marcas A), Wilson Kavilhuka (Marcas B), Ivan Ribeiro da Silva (Hot Dodge), Gastão Vosgerau (Stock Car Opala) e Tancredo Farias (Stock Car Omega).

Marcas A


Para o piloto Christiano Bornemann (Embretech/WD-40/Mundial Prime/Maxi Cabo) esta foi a etapa mais disputada do ano. Christiano que largou na terceira posição, durante toda a prova teve que se defender de dois pilotos que largaram atrás dele e ao mesmo tempo atacar o segundo colocado Carlos Vaz. A vitória foi de Stive Tokarski, com Christiano Bornemann em segundo, e Carlos Vaz em terceiro lugar. “Foi uma disputa das mais emocionantes da minha carreira. Limpa, sem sacanagem. Mesmo sem vencer, sai satisfeito com o resultado. Estou liderando o Paranaense e também na briga pelo título do Metropolitano”, disse Chris Bornemann.


Novatos


A categoria Novatos teve o maior grid da etapa, com 23 carros “brigando” pelas primeiras posições. Lucas Bornemann (TBI do Brasil/Bana Pneus/Moltecni/Total Telas/Só Frances), largou da terceira posição, assumiu o segundo lugar na largada, posição que manteve até a metade da prova, quando seu carro começou a perder rendimento, com falha no motor. Mesmo assim, conseguiu concluir a corrida em quarto lugar. Ao fim de 30 voltas, a vitória foi de Hemerson Pampuch, seguido de Roberto Benatto, Fred Wegbecher, Lucas Bornemann, Paulo Dal Negro e Rpgério Luís Matias.


Hot Dodge


O piloto curitibano Ivan Ribeiro da Silva mais uma vez foi o destaque da categoria Hot Dodge, largando da segunda posição e vencendo as duas baterias disputadas.          “Agora acredito que tenho uma boa vantagem na liderança do campeonato. Com o patrocínio da Gallego Embreagens, Trilha Euro Car, LC Costa, Darax Baterias, Supermercado Santos e da Datus Auto Peças, vou brigar pelo título da categoria, no Metropolitano de São José. Esse resultado me deu uma boa folga na liderança, onde podemos administrar alguma possível quebra nas próximas etapas”, declarou Ivan Ribeiro da Silva.


Fusca Cross


O piloto Rogério Melani (Adega The Muf’s/Academia R2), da Equipe SVD Racing, fez sua reestréia na Fusca Cross em alto estilo. Partindo da pole-position, sofreu um grave acidente na largada da primeira bateria e não concluiu a prova. Largou das últimas posições e chegou em segundo lugar, na segunda bateria. “Se não fosse o acidente na primeira bateria, teria vencido a etapa. A pista de São José é uma das minhas preferidas”, disse Rogério Melani. “A contratação do Rogério Melani, que é um piloto arrojado e com diversos títulos na Fusca Cross, deixou nosso time mais forte e vamos em busca do título do Brasileiro de Terra”, concluiu Rossato. O “circo” da Velocidade na Terra volta a se reunir no próximo dia 14 de setembro, com a realização da 5.ª e 6.ª etapas do Campeonato Brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *