Papo de Box: Muito longe do ideal, por Marcello Thomaz

Muito bem pessoal, a Seat Leon Supercopa chegou à sua terceira rodada com a disputa das provas no circuito de Lausitz. Para nós, a expectativa era de que a equipe T.A.C X-Synrg encontrasse um acerto melhor para seus carros, o que nos levaria à disputar as primeiras posições.
Mas essa expectativa acabou sendo frustrada ainda no treino livre de sexta-feira, onde me deparei com um carro totalmente instável. Como a sessão tem apenas 30 minutos de duração era impossível solucionar os problemas a tempo, e encerramos a sessão dessa maneira. A próxima atividade em pista já foi o treino que definiu o grid de largada para a primeira corrida, e apesar da força de vontade de todos na equipe, conquistamos a 15ª posição. Nosso carro teve uma pequena melhora, mas ainda estávamos bem distantes de brigar por uma pole-position.

Na primeira prova, realizada no sábado, optei pelo lado de fora na largada e perdi três posições na largada. Com mais algumas modificações que fizemos no nosso equipamento, tive o melhor ritmo de prova da minha equipe, mas nada que pudesse ser comparado com o pelotão da frente. Fiz mais uma corrida movimentada, com boas ultrapassagens e que me rendeu a 12ª colocação na bandeirada final.

Após a primeira bateria, tive uma conversa séria com a equipe, demonstrando a minha preocupação com a nossa situação, principalmente para o restante da temporada. O pessoal da TAC X-Synrg tem conhecimento de que precisam evoluir muito e encontrar um acerto básico no seus carros que permitam seus pilotos serem competitivos e poderem brigar por vitórias. Meus companheiros de equipe mostram também grande insatisfação em relação aos carros. Eu tento ajudar passando o máximo de informações possíveis e esperar que a situação mude o mais rápido possível.

Na segunda prova, mais modificações no ajuste do carro, e assim conseguimos melhorar a estabilidade nas freadas. Diminuímos a diferença das melhores voltas na corrida, em comparação aos ponteiros. Mas apesar disso, o máximo que pude fazer foi conseguir ganhar uma posição ao longo de toda a corrida e terminei na 11ª posição.

É uma pena, pois desde a etapa anterior já me sentia preparado para lutar pelas posições do primeiro pelotão, e não tem sido nada fácil passar o fim de semana brigando pela 10ª colocação. Vamos torcer para que na próxima rodada, nossa equipe consiga melhorar a performance dos carros, pois ainda estamos muito longe do ideal. Nosso próximo encontro fica para os dias 23 e 24 de junho, no circuito de Norisring, palco da próxima etapa da Seat Leon SuperCopa.

Um grande abraço a todos
Marcello Thomaz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *