Paulista de Marcas e Pilotos: Embola a luta pelo título do Paulista

As baixas temperaturas foram a marca da 17ª e 18ª rodadas da temporada 2006 do Campeonato Paulista de Marcas e Pilotos, neste último domingo em Interlagos. Os termômetros não passaram da casa dos 20ºC, e o vento frio aumentava ainda mais a sensação térmica.



Se nos boxes e arquibancadas todos se agasalharam para evitar o frio, na pista quase se podia sentir o intenso “calor” das disputas. Ao se apagarem as luzes do sinal de largada, o pelotão “Arias” pulou na frente, liderado por Ricardo Kraft (Master Food/ Arias), seguido por Mario Yokota (Arias), Edgar Amaral (Shock Metais/ Arias/ Master Food) , Zigomar Farias (Arias/ Triboil Racing/Sport Station Academia),  Nelson Carvalho (Triboil/ Guichaco) e René Junqueira (Guichaco/ Junqueira Assessoria Juridica).


 


Kraft liderou até a quarta volta, quando seu câmbrio quebrou, e Yokota pulou para ponta. Foram oito voltas em que Yokota teve de se virar como pode, para evitar a ultrapassagem de Edgar Amaral, que levou o público ao delírio.  Foi inclusive de Edgar a melhor volta do dia com o tempo de 2m04s064. Na Ligth, após o abandono de Kraft a briga ficou ainda mais animada, mas pouco a pouco alguns dos principais favoritos, também deixaram a corrida com problemas mecânicos, casos de Ney Galvão (Sauva/ Norton), Carlos Louro Nice/ Voxline/ Sucessu/ Nortel/ Sauva) e Cesare Marrucci (Arias).


 


Melhor para Charles Sartori (Triboil/ Arias/ Creativy/ Ecopads), que fez uma corrida perfeita, levando seu Corsa à vitória. Em segundo chegou Mauricio Gallian (Alpie Comp/ Galian), com outro Corsa, e Carlos Vallone  (Arias/ Hi-tech Blindagens/ Planam/ Izzo) completou os três primeiros da classe Light


 


Na largada para 18ª etapa, repetiu-se a largada anterior, embora desta vez Kraft largasse da última fila do grid. Mario Yokota pulou na frente, e grudado em seu carro contornou a primeira curva Marcio “Pica Pau” Gonzales. Zigomar vinha em terceiro, com Nelson Carvalho logo atrás e Charles Sartori liderava na Light.


 


Kraft vinha “voando” lá de trás e já perto da metade da corrida, já tinha alcançado o pelotão da frente. Sartori atrasou muito a freada na Curva do Lago e acabou tocando no carro de Nelson Carvalho. O piloto em brilhante manobra corrigiu o carro, que já apontava para o muro do lago, e escapou por muito pouco de uma violenta batida. Kraft aproveitou-se disso e passou a ambos, assumindo a quarta colocação, e a liderança na Light. Sartori acabou abandonando, enquanto lá na frente Yokota se virava como podia, diante da pressão exercida por Pica Pau. O ritmo avassalador de Kraft continuava, e logo ganhava também o terceiro lugar de Zigomar.


 


Na última volta, Yokota liderava, mas começou a sofrer com falta de combustível, e Gonzales e Kraft já grudado em seu parachoques se aproximaram. Kraft superou Marcio Gonzales e logo em seguida Yokota, que seguia lentamente com pane seca. Cruzaram a linha de chegada exatamente nesta ordem. Zigomar ficou em quarto.


 


Na Light o segundo lugar com a vitória de Kraft, foi de Carlos Vallone, escoltado por Carlos Louro. O resultado colocou fogo no campeonato, já que a vantagem que Zigomar tinha sobre Edgar Amaral “derreteu”. Faltando quatro rodadas para o encerramento da temporada, os títulos da Light e da Super continuam completamente em aberto. A próxima etapa será no dia 05 de novembro.



Resultado 17ª etapa:



Classe Super



1 Mario Yokota


2 Edgar Amaral


3 Zigomar Farias  



Classe Light



1 Charles Sartori


2 Maurício Gallian


3 Carlos Vallone



Melhor Volta:

Edgar Amaral em 2m04s069 (Classe Super)
Ricardo Kraft em 2m04s652(Classe Light)

Resultado 18ª etapa:



Classe Super



1 Marcio Gonzales


2 Mario Yokota


3 Zigomar Farias 



Classe Light



1 Ricardo Kraft


2 Carlos Vallone


3 Carlos Louro



Melhor Volta:

Marcio Gonzales em 2m04s516 (Classe Super)
Ricardo Kraft em 2m04s252 (Classe Light)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *