Pick-Up: Bom desempenho e sorte ajudam Riberi a vencer em Interlagos

Depois de uma disputa muito acirrada, com muitos toques, batidas e ultrapassagens, Thiago Riberi, da Gramacho Racing (Chevrolet), conquistou a vitória na terceira etapa da Pick Up Racing, em São Paulo.

Ele garantiu o topo do pódio após completar as 21 voltas em 41min45seg116, com média de 130,03 km/h. Rodrigo Navarro, também da Gramacho, que foi o pole e liderou praticamente toda a disputa, acabou em segundo, quando perdeu a posição para Riberi, depois da saída do Safety Car. A terceira posição no pódio foi para Fabricio Lançoni, da AMD Racing (Mitsubishi).

Rodrigo Navarro fazia uma corrida tranquila, conduzia bem, administrando a vantagem, deixando para os adversários a briga pelas posições. Até que na volta 16, um acidente, sem gravidade, com o carro de Marcel Wolfart, espalhou fumaça e partes do carro pela pista. Houve a necessidade da entrada do Safety Car.

A partir daí, a prova ganhou ainda mais emoção. Após a batida entre Rafael Iserhard, da M4T Motorsport (Chevrolet) e Marcel Wolfart, da RS Racing (Mitsubishi), o piloto catarinense tentou descer do carro e quase foi atropelado por outros competidores, um pequeno susto. Depois da relargada, Julio Campos e Rodrigo Navarro se “estranharam” no S do Senna, quando disputavam a primeira posição, mas com o vacilo de ambos, a liderança da caiu de presente no colo de Riberi, que demonstrou competência e bom desempenho para vencer a prova e conquistar importantes pontos na classificação geral.

A etapa paulista da Pick Up Racing foi de superação e conquista para Thiago Riberi. O piloto paulista faturou o topo do pódio pela primeira vez na temporada, mesmo com problemas no câmbio do carro. “Comecei a prova bem, com cautela e sem muita pressão. Apesar do problema no câmbio, tentei levar até o final sem me prejudicar. Minha terceira marcha pulava e a quarta às vezes não engatava. Não era toda hora, mas calhava de ser nos momentos mais importantes, o que exigiu muito de mim. Só tenho a agradecer. Superei-me e conquistei minha primeira vitória”, explicou Riberi.

Ao lado de seu companheiro de equipe no pódio, Rodrigo Navarro que também foi cauteloso durante a prova e contou com a sorte para chegar em segundo lugar. “Na largada, respeitei o Riberi e mantivemos o ritmo. Com a entrada do Safety e a precipitação do Julio Campos, que se envolveu em um incidente no percurso, fui beneficiado e recuperei as posições que tinha perdido. Não tem nada melhor do que vencer em casa e ainda fazer uma dobradinha excepcional”, enfatizou o segundo colocado.

Para o estreante Fabrício Lançoni, o trabalho da equipe foi essencial para seu bom desempenho. “Nos treinos não consegui me adaptar ao estilo da classificação por conta dos pneus, não conseguia a temperatura ideal. O apoio e o trabalho da minha equipe foram essenciais para garantir um lugar no pódio. Por ser minha primeira vez na categoria e em Interlagos, largar em 20° e chegar em terceiro foi espetacular. Estou muito contente”, comemorou o iniciante.

Os primeiros colocados na classificação geral, após três corridas, são: 1) Júlio Campos (PR), 51; 2) Fabrício Lançoni (PR), 42; 3) Thiago Riberi (SP) e Rodrigo Navarro (SP), 41; 5) Rafael Iserhard (RS), 30; 6) Cadú Pasetti (SP), 28; 7) Sérgio Ramalho (PE), 26; 8) Aluizio Coelho (SP), 22; 9) Fúlvio Marote (SP) e Carlos Kray (RS), 18.

Resultado da terceira etapa da Pick Up Racing:

1º) 90 – Thiago Riberi (Chevrolet, SP), 21 voltas em 41:45.166 (média de 130,03 km/h)
2º) 18 – Rodrigo Navarro (Chevrolet , SP), a 0.115
3º) 54 – Fabricio Lançoni (Mitsubishi , SP), a 0.973
4º) 72 – Fabio Fogaça (Mitsubishi , SP), a 1.071
5º) 10 – Aluizio Coelho (Mitsubishi , SP), a 1.730
6º) 19 – Dudu Massa (Chevrolet , SP), a 5.474
7º) 78 – Fúlvio Marote (Mitsubishi , PR), a 5.615
8º) 1 – Cadú Pasetti (Chevrolet, SP), a 6.091
9º) 75 – Henrique Assunção (Mitsubishi , SP), a 9.543
10º) 27 – Anderson Toso (Mitsubishi, RS), a 9.911
11º) 26 – Carlos Medeiros (Chevrolet , SP), a 9.966
12º) 63 – Marlon Watanabe (Chevrolet , PR), a 10.535
13º) 16 – Carlos Kray (Mitsubishi , RS), a 10.949
14º) 13 – Sebastião Malucelli (Mitsubishi, SP), a 11.973
15º) 4 – Julio Campos (Mitsubishi , PR), a 1:08.511
16º) 3 – Rafael Iserhard (Chevrolet , RS), a 5 voltas
17º) 99 – Marcel Wolfart (Mitsubishi , SC), a 5 voltas
18º) 88 – Marcos Ramalho (Chevrolet , MS), a 5 voltas
19º) 30 – Rogerio Castro (Chevrolet , GO), a 9 voltas
20º) 56 – João Pretto (Mitsubishi , RS), a 15 voltas
21º) 96 – João Ometto (Chevrolet , SP), a 20 voltas

Melhor Volta: Julio Campos , 1:47.951 (143,69 km/h)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *