IndyCar: Com Justin Wilson, Dale Coyne vence pela primeira vez

O inglês Justin Wilson, da Dale-Coyne, venceu neste domingo (05/07), o GP de Watkins Glen, nos EUA, 9ª etapa da temporada. Foi a primeira vitória da equipe, em 25 anos de disputas, entre a ChampCar e a IndyCar. O australiano Ryan Briscoe, da Penske, que saiu na pole-position, terminou em 2º, seguido pelo neozelandês Scott Dixon, da Ganassi, que assumiu a liderança do campeonato.

Briscoe manteve a ponta na largada, com Wilson partindo para o ataque, na busca da liderança. Na quarta volta o inglês, na Bus Stop, ultrapassou Briscoe.

O australiano teve a chance de retomar a ponta, na 8ª volta, quando Wilson teve problemas para colocar uma volta no norte-americano Marco Andretti, da Andretti-Green (que teve que fazer um pit stop no começo da prova, devido a um pneu furado, após um toque com o venezuelano Ernesto Viso, da HVM). Os dois ficaram lado a lado por três vezes, com piloto da Dale-Coyne finalmente conseguindo ultrapassar Andretti, e manter a ponta.

Na 18ª volta Wilson fez a sua primeira parada. Na seguinte, o estreante norte-americano Richard Antinucci, da 3G, rodou, provocando a primeira bandeira amarela da prova. Briscoe entrou nos pits, com os boxes fechados, fazendo um splash and go, tendo que retornar depois. Wilson manteve a primeira posição, seguido pelo compatriota Mike Conway, da Dreyer&Reinbold.

A prova recomeçou na 22ª volta. Tentando recuperar posições, o brasileiro Mario Moraes, da KV, que era terceiro antes da bandeira amarela, bateu no norte-americano Ed Carpenter, da Vision. Para evitar bater nos dois carros, o escocês Dario Franchitti, da Ganassi, que chegou a Watkins Glen na liderança do campeonato, rodou, perdendo uma volta. Na 25ª volta a bandeira verde foi agitada.

Cinco voltas depois o canadense Paul Tracy, da KV, que vinha na 11ª posição, rodou, batendo de traseira no guard-rail. Nova amarela por três voltas. Com as voltas lentas em bandeira amarela, Briscoe e Dixon economizaram combustível bastante, para andarem mais rápido dos que os lideres nas paradas finais.

Com a estratégia Briscoe quase reassumiu a liderança, contudo Wilson, que havia parado duas voltas antes, conseguiu segurar o australiano nas duas primeiras curvas, mantendo a ponta. Dixon assumiu a terceira posição, a frente do brasileiro Helio Castroneves, da Penske, com Conway caindo para 5º.

A última amarela aconteceu na 48ª volta, com a batida do japonês Hideki Mutoh, da Andretti-Green, no muro. Wilson fez uma relargada perfeita, deixando Briscoe e Dixon lutando pela segunda posição.

Ao final das 60 voltas, Wilson venceu com 4s990 de vantagem sobre Briscoe, com Dixon cruzando colado no australiano (0s173 de diferença). Castroneves foi 4º, seguido por Andretti, que depois de uma grande recuperação superou Conway no final da prova. Viso, que teve que colocar uma nova asa após o toque com Andretti, com uma grande estratégia de pits, terminou em 7º.

O brasileiro Tony Kannan, da Andretti-Green, chegou na 8ª posição. O brasileiro Raphael Matos, da Luczo Dragon, que se envolveu em uma confusão na primeira volta, foi 12º. Moraes terminou na 14ª posição.

Dixon assumiu a liderança do campeonato com 313 pontos. Briscoe e Franchitti, com 294, estão empatados em segundo. Castroneves é o 4º, somando 257.

Final:

1 – Justin Wilson – Coyne – 60 voltas em 1h49m14s
2 – Ryan Briscoe – Penske – 4″9906
3 – Scott Dixon – Ganassi – 5″1632
4 – Helio Castroneves – Penske – 7″0755
5 – Marco Andretti – Andretti Green – 8″5595
6 – Mike Conway – Dreyer & Reinbold – 9″3646
7 – EJ Viso – HVM – 11″3804
8 – Tony Kanaan – Andretti Green – 13″0020
9 – Robert Doornbos – Newman/Haas/Lanigan – 13″2633
10 – Dan Wheldon – Panther – 18″0412
11 – Danica Patrick – Andretti Green – 18.5656
12 – Raphael Matos – Luczo Dragon – 18″9342
13 – Graham Rahal – Newman/Haas/Lanigan – 23″0413
14 – Mario Moraes – KV – 23″3821
15 – Dario Franchitti – Ganassi – 1 volta
16 – Ed Carpenter – Vision – 1 volta
17 – Milka Duno – Dreyer & Reinbold – 2 volta
18 – Richard Antinucci – 3G – 13 volta

Volta mais rápida: Ryan Briscoe – 1:31.1760

Abandonos:

52° giro – Hideki Mutoh – 52 voltas
29° giro – Paul Tracy – 29 voltas
1° giro – Ryan Hunter-Reay – 1 volta

Campeonato:

1. Dixon 313 pontos; 2. Franchitti, Briscoe 294; 4. Castroneves 257; 5. Patrick 238; 6. Wheldon 224; 7. Andretti 215; 8. Kanaan 214; 9. Rahal 197; 10. Wilson 287.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *