Pick-Up: Categoria volta “pra casa” com maior grid da história da categoria

Competição faz neste domingo (21) sua primeira corrida em Curitiba após mudança dos carros.

O ano de 2000 marcou época no automobilismo brasileiro, com a estréia do chassi tubular e o início de uma fase de ascensão da Stock Car. No mesmo ano aconteceram as primeiras provas de exibição da Pick-up Racing, que hoje integra o “circo” da principal categoria do automobilismo brasileiro.


Idealizado pelo paranaense Gerson Marques da Silva, o Campeonato Brasileiro de Pick-ups teve início oficialmente em 2001, com a etapa de Tarumã (RS). Em seguida, realizou sua corrida de estréia em Curitiba, berço da categoria. Neste domingo (21), a Pick-up Racing volta à capital paranaense em grande estilo, com o maior grid da história da competição: 25 carros.


As pick-us Chevrolet S10, Ford Ranger, Agrale Marruá e Dodge Dakota originais de fábrica com adaptações para a pista deram lugar aos chassis tubulares e motores idênticos aos da Stock Car. Com isso, o nível de competitividade da categoria aumentou muito, principalmente pela entrada de pilotos oriundos de outras categorias.


Um deles, Gustavo Sondermann, pode sagrar-se campeão antecipado da temporada neste domingo. Resta apenas uma vitória ao paulista, que garantiu a pole position da sexta etapa no treino classificatório de sábado. Caso confirme o título, pela primeira vez dois campeões da Pick-up Racing estarão juntos no pódio, já que, após a corrida, Marcel Wolfart (Exatidão / American Oil) receberá o troféu de campeão de 2007.


O catarinense teve problemas no câmbio e ficou apenas com o 11º lugar no grid. “A terceira marcha escapava e era difícil controlar o carro nas curvas de alta. Espero que a equipe consiga sanar o problema para a corrida”, ressalta Wolfart, que neste fim de semana estréia o número 1 na carenagem de sua Mitsubishi L200. A largada está marcada para às 14h deste domingo, com transmissão ao vivo pela Rede Vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *