Pick-Up: Kray e Assunção têm objetivos definidos para Interlagos

Na luta para ter CKR entre as cinco melhores equipes, gaúcho tenta seguir entre os 10 primeiros, enquanto paulista prevê melhor resultado no ano.

A temporada 2009 do Campeonato Brasileiro de Pick-up Racing chega ao fim. A oitava e última etapa será disputada domingo (6) no Autódromo José Carlos Pace, no bairro paulistano de Interlagos. Com o título já definido em favor de Júlio Campos, paranaense que venceu cinco corridas, e o paulista Thiago Riberi, vice-líder, a um quarto lugar do vice-campeonato, a disputa será marcada pelas metas particulares de cada piloto ou equipe.
Na CKR Racing, defendida pelo gaúcho Carlos Kray e o paulista Henrique Assunção, essas metas são bem definidas. A primeira delas é fechar o ano entre os cinco melhores times do campeonato. Na classificação por equipes, a CKR é a sexta colocada com 43 pontos. Está dois atrás da também gaúcha Bazzo Racing. “Temos condições para estar entre as cinco melhores, é um objetivo da equipe desde que o campeonato começou”, diz Kray.
O piloto gaúcho prima por sua permanência na lista dos 10 primeiros na classificação do campeonato de pilotos. Está em oitavo, com 38 pontos. “É uma disputa muito equilibrada, essa, porque do sétimo ao 11º nós temos apenas sete pontos de diferença. Qualquer ponto é importante”, observa Kray, que tem a Pick-up número 16, cuja carroceria imita o modelo L200 da Mitsubishi, decorada nas cores de Corso Como e Metalthaga.
O plano de ascensão da CKR Racing conta com a boa perspectiva de seu outro piloto, Assunção, que cumpre sua primeira temporada na categoria. “Sempre tenho duas tarefas distintas na preparação para cada corrida, me acostumar ao carro e à pista. Em Interlagos, vou poder aproveitar melhor os treinos, já conheço melhor o carro e me sinto à vontade na pista”, diz o paulista, que também atua no Trofeo Maserati e na Spyder Race Paulista.
A melhor ambientação à Pick-up Racing e a volta da categoria ao traçado de 4.309 da capital paulista animam Assunção. “Eu espero conseguir um ótimo resultado para a nossa equipe, desde os treinos da sexta-feira vou me dedicar ao máximo”, promete o piloto, que pretende permanecer na competição em 2010. “O contato com os patrocinadores já existe, sempre com a grande dificuldade que já é uma característica do Brasil, onde não há incentivo”, observa.
A uma etapa do término do campeonato, a classificação bruta da Pick-up Racing é a seguinte:
1º) Júlio Campos (PR), 137
2º) Thiago Riberi (SP), 101
3º) Fabrício Lançoni (SP), 85
4º) Rodrigo Navarro (SP), 78
5º) Rafael Iserhard (RS), 76
6º) Cadu Pasetti (SP), 56
7º) João Pretto (MT), 39
8º) Carlos Kray (RS), 38
9º) Aluízio Coelho (MS), 36
10º) Fúlvio Marote (SP), 34
11º) Douglas Soares (SP), 32
12º) Marcos Ramalho (MS), 27
13º) Sérgio Ramalho (PE), 26
14º) Serafim Júnior (RJ), 25
14º) João Ometto Neto (SP), 25
14º) Anderson Toso (RS), 25
17º) Vitor Genz (RS), 23
17º) Henrique Assunção (SP), 23
19º) Marlon Watanabe (PR), 19
20º) Fábio Fogaça (SP), 14
20º) Dudu Massa (SP), 14
22º) Marcelo Cesquim (PR), 10
23º) Carlos Medeiros (SP), 7
23º) Hybernon Cysne (CE), 7
25º) Sebastião Malucelli (SP), 5
25º) Rodrigo Stefanini (SP), 5
27º) Anderson Faria (RJ), 4
27º) Wanderson Freitas (MG), 4
27º) Raulino Kreis Jr. (SC), 4
27º) Carlo Kain (SP), 4
31º) Wilson da Costa Jr. (PR), 2
31º) Márcio Sarot (PR), 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *