Pick-Up: “Não foi o meu dia”, admite Navarrinho

Piloto paulista brigou pela quarta posição no início da rodada de abertura do campeonato, mas caiu para 15º e terminou o domingo com uma corrida de recuperação.

A etapa de Curitiba da Pick-up Racing, disputada neste domingo (12) no Autódromo de Curitiba, foi um teste de paciência para o paulista Rodrigo Navarro (Grupo Qualicorp). Depois de liderar o primeiro treino coletivo da categoria no circuito paranaense, ele se manteve entre os primeiros colocados nas demais sessões – e garantiu a quinta posição no grid de largada. Mas teve uma prova complicada no circuito de Pinhais.

 

“Hoje não foi o meu dia”, admitiu Navarrinho. “O começo da prova foi muito bom, mas dei uma escapada no fim da reta e vi minhas chances de pódio caírem a zero. Ainda tentei uma corrida de recuperação, e acabei saindo no lucro por ter marcado alguns pontos”, acrescentou ele, que recebeu a bandeirada em 11º.

 

Apesar dos problemas na segunda metade da prova, Navarrinho considerou positiva a estréia na categoria pela equipe Gramacho na Pick-up Racing. Nesta temporada ele terá jornada dupla a partir da corrida de Brasília, já que fará, também, a Copa Vicar.

 

“A equipe tem feito um ótimo trabalho, tanto que lideramos um treino, largamos entre os cinco primeiros e tivemos a chance de brigar pelo pódio. O começo de temporada foi promissor e acredito que a tendência é, com o passar das corridas, o entrosamento ser ainda melhor”, encerrou o piloto.

 

As próximas etapas da Copa Vicar e da Pick-up Racing serão realizadas no dia 03 de maio, em Brasília. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *