Pietro Fittipaldi deixa UTI e tem previsão de dois meses de recuperação

Após sofrer acidente em Spa-Francorchamps, na Bélgica, e ter confirmada uma fratura exposta na perna esquerda, o brasileiro Pietro Fittipaldi passou por uma cirurgia ainda na sexta-feira (4). Depois do procedimento, a assessoria do piloto confirmou também uma fratura no tornozelo direito e a ruptura dos ligamentos do joelho direito. O jovem já deixou a UTI e segue para recuperação.

Operado em um hospital em Liege, na Bélgica, Pietro, de 21 anos, está acompanhado de seu pai, Gugu da Cruz. O a FIA soltou o seguinte boletim médico:

Pietro Fittipaldi está bem e sua condição é estável.

Ele foi operado nesta noite em suas fraturas em ambas as pernas e a cirurgia transcorreu bem. Ele permanece sob observação no Centro Hospitalar da Citadela de Liege.

A perna esquerda, que sofreu uma fratura complexa, foi operada satisfatoriamente. Pietro estava completamente consciente ao sair da Sala de Cirurgia e apto a descrever o que havia acontecido com ele. Às 10h30 de hoje ele deixou a terapia intensiva.

Seu pai passou toda a noite com ele.

Todos nós desejamos a Pietro uma rápida recuperação e esperamos vê-lo novamente no paddock o mais breve possível.

A equipe de Pietro na WEC, a DragonSpeed, se pronunciou e admitiu que houve um problema técnico antes do acidente. Em entrevista ao Motorsport.com, o chefe da equipe, Elton Julian, declarou: “Todo mundo viu o que aconteceu, e era bem evidente que havia um problema elétrico porque as luzes piscaram e desligaram. Precisamos entrar em detalhes com todos os envolvidos, mas parece que ele não tinha direção. A grande questão que precisamos responder é porque”

Segundo o pai de Pietro, o piloto deve ter uma recuperação de oito semanas, o que o impede de correr nas 500 Milhas de Indianápolis.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *