Porsche Challenge: Acidentes, disputas e vitória de Ferraiolo em Jacarepaguá

Corrida teve muitas surpresas e um acidente espetacular, sem consequências, logo na largada

As atenções do público presente no autódromo de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, estavam voltadas a muitos duelos e a um estreante durante a corrida do Porsche Challenge. Ipe Ferraiolo fez os melhores tempos nos treinos e venceu a oitava prova desta temporada de maneira convincente. O carioca destacou-se desde quinta-feira e teve um desempenho de veterano neste sábado, conseguindo se manter à frente de Rodolfo Ometto Rolim, Carlos Ambrósio, Fernando Barci e Sylvio de Barros, que terminaram nesta ordem depois de lutar fortemente pelo segundo lugar.

A corrida começou com um susto, mas sem maiores consequências. Ainda na reta das arquibancadas, onde foi dada a largada em movimento, o carro de Daniel Schneider girou no ar após ser atingido por Johnny Freire. Schneider caiu com as rodas sobre o asfalto e Freire bateu de frente no muro – nenhum deles teve ferimentos, comprovando a segurança e resistência dos Porsche 911 GT3 Cup. Outro piloto, Flávio Rietmann, também teve que abandonar na primeira volta.

Apesar da entrada do safety car motivada pela batida e da relargada, Ferraiolo não se intimidou. “Foi tudo muito melhor do que esperávamos e imaginávamos, pois eu era inexperiente e não tinha tido qualquer contato com o carro anteriormente”, disse o vencedor, extremamente sorridente após a prova. O piloto revelou que traçou como objetivo não precisar fazer ultrapassagens ou se defender. “Eu não tinha experiência em corrida. Seria para mim algo novo disputar posições. Então, quanto mais eu me afastasse disso, melhor. A ideia era eu largar o mais à frente possível e tentar abrir distância”, afirmou.

Mais atrás, a disputa foi intensa. Rodolfo Ometto Rolim, Carlos Ambrósio, Fernando Barci e Sylvio de Barros formaram um pelotão sólido. Ometto levou vantagem. “Do meio em diante, o pneu começou a não responder tão bem”, declarou o segundo colocado. “Nos treinos livres, tive problemas de embreagem, mas hoje deu tudo certo. A corrida foi muito bacana. O Ipe está de parabéns.”

Ambrósio fez uma bela ultrapassagem sobre Barci na 16ª de 18 voltas e conseguiu a terceira posição. “Na relargada, perdi um pouco de contato com o Barci”, disse. “Eu tinha sempre o Sylvio na minha nuca. Estava bem concentrado, tanto é que nem vi a placa de três, duas voltas. Em determinada oportunidade, consegui preparar a ultrapassagem e assim a fiz.”

O vice-líder do campeonato Barci, quarto colocado neste sábado, aproximou-se um pouco de Sylvio de Barros, líder da tabela, mas quinto em Jacarepaguá. Seis pontos separam os dois pilotos e ainda faltam três corridas para o fim do campeonato. Os dois piores resultados de cada piloto na temporada serão descartados para o estabelecimento da classificação final.

Eduardo Azevedo, Gilberto Farah, Marcello Stallone, Ricardo Ricca (outro estreante) e Edu Guedes completaram os dez primeiros colocados no Rio.

A próxima etapa da Challenge, a sétima desta temporada, será disputada no Autódromo Internacional de Curitiba, no Paraná, em 22 de outubro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *