Porsche Cup: Surpresas e incidentes nas vitórias de Constantino e Baptista em Jacarepaguá

Líder do campeonato venceu a primeira corrida do dia. Na segunda, diferença entre Baptista e Cristiano Piquet foi de apenas 2 décimos de segundo.

Duas corridas repletas de incidentes e surpresas movimentaram o campeonato da Porsche Cup. Constantino Júnior e Ricardo Baptista venceram respectivamente as provas 11 e 12, realizadas neste sábado no autódromo de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, e criaram a expectativa de continuar a disputa nas seis provas finais da temporada.

Na prova 11, Constantino foi sempre seguido de perto por Marcel Visconde, que tomou o segundo lugar logo na primeira curva, e Ricardo Baptista. Marcel e Baptista lutaram pelo segundo lugar durante a maior parte da prova, deixando para trás a disputa pelo quarto entre Clemente Lunardi e Roberto Posses, pelo quinto entre Posses e Guilherme Figueirôa e pelo sexto entre Figueirôa e Adalberto Baptista. Estes sete pilotos receberam a bandeirada nos primeiros lugares.

A prova começou com um acidente múltiplo na primeira curva após a largada: os comissários desportivos consideraram Lunardi culpado pelo toque que fez Daniel Paludo rodar e ser atingido por Tom Valle. Maurizio Billi desviou para a brita para escapar do acidente e foi obrigado a abandonar. Marcelo Franco e Omilton Visconde, também envolvidos no acidente, perderam posições mas conseguiram continuar na prova.

Com a inversão dos oito primeiros colocados no grid de largada, a prova 12 teve Cristiano Piquet e Adalberto Baptista na primeira fila. Clemente Lunardi, que levou a culpa pelo acidente na primeira curva da corrida 11, perdeu cinco posições no grid e, em vez de quinto, saiu em décimo lugar. Adalberto tomou a ponta na largada, mas antes mesmo do fechamento da primeira volta o líder era Constantino, seguido por Baptista, Piquet, Figueirôa, Adalberto e Posses. Este passou logo para o quinto lugar e começou a assediar Figueirôa até conseguir a ultrapassagem na nona volta. Mais duas passagens e veio a surpresa: o pneu traseiro direito furado obrigou Constantino a entrar nos boxes para uma troca. Ele voltou em último e no final conseguiu marcar um ponto ao receber a bandeirada em 15º lugar.

O contratempo de Constantino deu a liderança a Baptista. Nas voltas finais, Piquet se aproximou rapidamente e passou a representar uma ameaça ao líder. No final, recebeu a bandeirada a apenas 2 décimos de segundo. Os seis primeiros lugares foram completados por Posses, Lunardi, Figueirôa e Visconde, este último depois de uma bela disputa com Marcelo Franco. Adalberto Baptista, Eduardo de Souza Ramos, Zeca Feffer, Daniel Paludo, Maurizio Billi e Charles Reed receberam a bandeirada a seguir, separados uns dos outros por décimos de segundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *