Porsche Cup: Xandy Negrão vence em Interlagos

A prova acontecida nesse domingo em Interlagos foi preliminar da etapa brasileira de Fórmula 1.


O vencedor foi o atual líder do campeonato, Xandy Negrão, que largou na pole e venceu de ponta a ponta, beneficiado pela intensa disputa pela segunda colocação desde o início.

No começo da prova, Tom Valle e Ricardo Baptista, segundo e terceiro colocados no grid, mobilizaram as atenções com a disputa pelo segundo lugar. Baptista conseguiu a ultrapassagem e manteve-se na posição até que um grupo de retardatários o obrigou a uma freada mais brusca, sem conseguir evitar a rodada.

Valle reassumiu o segundo posto, mas logo passou a ser ameaçado por Otávio Mesquita, que conseguiu ultrapassá-lo e terminou em segundo. Mesquita, por sinal, teve nesta 14ª etapa seu melhor desempenho do ano, realizando uma prova muito combativa desde o início.

Logo atrás, outra disputa intensa entre o atual campeão, Beto Posses, Clemente Lunardi e Luís Zattar, que terminaram respectivamente em quarto, sexto e sétimo lugares, com Baptista classificado em sexto, após o incidente que o tirou da vice-liderança na etapa. Intensa também foi luta pelo oitavo lugar, entre Guilherme Figueiroa, Marcel Visconde e Maurizio Billi, vencida por Marcel. Grande destaque, também, para a largada de Henry Visconde, que ganhou três posições logo no início, sustentando disputas por posições com Figueiroa, Omilton Visconde Jr, Antônio Hermann, o argentino Hugo Pulenta e Eduardo Souza Ramos.

O Porsche GT3 Cup Challenge Brasil se encerra no próximo final de semana, em Interlagos, com a 15ª e a 16ª etapas da temporada. Após as provas deste final de semana, Xandy Negrão e Tom Valle mantêm-se na luta pelo troféu GT3 Cup. Valle, Mesquita, Baptisa e Posses disputam o troféu Stuttgart. Marcel, Lunardi, Billi e Figueiroa tentam o troféu Yokohama. Os demais pilotos disputam a taça Mobil/Racing.

O resultado final da 14ª prova do Porsche GT3 Cup Challenge Brasil foi o seguinte:

1) Xandy Negrão, 18 voltas em 31:33.984, média de 147,426 km/h
2) Otávio Mesquita, a 3.180
3) Tom Valle, a 5.163
4) Beto Posses, a 8.976
5) Ricardo Baptista, a 9.823
6) Clemente Lunardi, a 10.340
7) Luís Zattar, a 20.510
8) Marcel Visconde, a 25.596
9) Guilherme Figueiroa, a 26.056
10) Maurizio Billi, a 27.670
11) Eduardo de Souza Ramos, a 36.915
12) Marcelo Ometto, a 39.038
13) Antônio Hermann, a 44.121
14) Henry Visconde, a 1:00.374
15) Ronaldo S. Ferreira, a 1:09.571
16) Hugo Pulenta (Argentina), a 1:18.371
17) Danilo Fernandez, a 1 volta
18) Beny Lago, a 2 voltas
19) Omilton Visconde Jr, a 11 voltas
20) Haroldo Pinto, a 17 voltas

Melhor volta: Xandy Negrão, 1:42.284, média de 151,660 km/h


Classificação do campeonato após 14 provas:

1) Xandy Negrão, 220 pontos
2) Tom Valle, 189
3) Otávio Mesquita, 179
4) Ricardo Baptista, 168
5) Beto Posses, 152
6) Clemente Lunardi, 112
7) Luís Zattar, 103
8) Marcel Visconde, 99
9) Maurizio Billi, 90
10) Guilherme Figueiroa, 88
11) Sérgio Ribas, 56
12) Haroldo Pinto, 54
13) Antônio Hermann, 48
14) Eduardo de Souza Ramos, 47
15) Marcelo Ometto, 46
16) Marcos Barros, 40
17) Omilton Visconde Jr., 34
18) Charles Reed, 32
19) Totó Porto, 29
20) Roberto Samed, 27
21) Valter Rossete, 26
22) Constantino Júnior, 22
23) Henry Visconde, 21
24) Beny Lago, 7
25) Ronaldo Ferreira, 1
26) Hugo Pulenta, 1
27) Danilo Fernandez, sem pontos.

* Walter Salles, piloto convidado, não pontua no campeonato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *