Porsche GT3 Cup: Lunardi e Baptista vencem em Curitiba

Um vence pela primeira vez na categoria, o outro é líder e ampliou sua vantagem na tabela de pontos.

Duas corridas movimentadas e as vitórias de Clemente Lunardi e Ricardo Baptista marcaram a passagem do Porsche GT3 Cup Challenge Brasil por Curitiba, onde aconteceram neste sábado as provas 7 e 8 da temporada de 2007. Lunardi obteve sua primeira vitória em uma das provas mais disputadas da história da categoria. Baptista, por sua vez, confirmou a boa forma demonstrada nos treinos e ampliou sua vantagem na liderança do campeonato.

A primeira corrida do dia teve duas fases distintas. A primeira durou sete voltas e teve o domínio absoluto de Baptista, que largou na pole position. Ele liderou sem maiores sustos até frear para contornar a curva Bico de Pato, a mais fechada do circuito: seu pé escorregou do pedal de freio e Baptista não pôde evitar uma saída de pista. Marcel Visconde, que havia feito o quarto melhor tempo nos treinos e pulara para o segundo lugar na largada, assumiu a liderança, tendo Walter Salles muito próximo. Pouco atrás, Beto Posses e Lunardi disputavam o terceiro lugar. Baptista voltou à pista em quinto, à frente de Sérgio Ribas, único paranaense inscrito na corrida. Os cinco primeiros colocados passaram logo a andar juntos, cada um tentando ultrapassar o piloto à frente.

A seis voltas do final, Posses saiu da pista no final da reta dos boxes e caiu para o quinto lugar, passando a disputar a posição com Ribas. A briga entre os quatro primeiros continuava: Salles chegou a assumir a liderança na freada do “Bico de Pato”, mas metros depois Marcel reassumiu a ponta na entrada do S de alta velocidade. A duas voltas do final, Marcel errou uma troca de marcha no Bico de Pato. Foi ultrapassado por Lunardi e Baptista, mas conseguiu se manter à frente de Salles. Foi nesta ordem que os quatro primeiros colocados receberam a bandeirada, com Posses resistindo à pressão de Ribas para cruzar em quinto. Atrás deles, outras boas disputas aconteceram, principalmente entre Otávio Mesquita e Luís Zattar (que correu com uma fissura em um osso do pé esquerdo) e no bloco formado por Maurizio Billi, Valter Rossete, Haroldo Pinto e Tom Valle.

Na corrida 8, com grid definido pelo resultado da prova 7, os quatro primeiros colocados da prova anterior voltaram a se enfrentar. Lunardi largou na pole position e liderou as cinco primeiras voltas. Na sexta, Baptista assumiu a ponta e manteve a posição até a bandeirada. A disputa pelo segundo lugar ficou entre Lunardi, Marcel, Salles e Marcelo Ometto, que terminara em oitavo lugar na primeira prova do dia. O grupo se reduziu a três quando Marcel errou o traçado na curva de entrada do miolo e sofreu outra baixa quando Lunardi passou reto na freada da fatídica Bico de Pato. Nas voltas finais, a disputa pelo segundo lugar ficou entre Ometto e Salles, que cruzaram a linha de chegada separados por menos de meio segundo.

Resultado final – prova 7

1) Clemente Lunardi, 19 voltas em 27:35.453, média de 152,669 km/h
2) Ricardo Baptista, a 0.566
3) Marcel Visconde, a 2.170
4) Walter Salles, a 2.483
5) Beto Posses, a 4.408
6) Sérgio Ribas, a 5.166
7) Otávio Mesquita, a 26.573
8) Marcelo Ometto, a 26.868
9) Luís Zattar, a 27.852
10) Maurizio Billi, a 30.227
11) Haroldo Pinto, a 30.347
12) Guilherme Figueiroa, a 30.617
13) Antônio Hermann, a 36.507
14) Valter Rossete, a 49.027
15) Omilton Visconde Jr., a 55.544
16) Henry Visconde, a 1 volta
17) Danilo Fernandez, a 1 volta
18) Tom Valle, a 3 voltas

Volta mais rápida: Ricardo Baptista, 1:25.463, média de 155,646 km/h

Resultado final – prova 8

1) Ricardo Baptista, 19 voltas em 27:32.745, média de 152,920 km/h
2) Marcelo Ometto, a 1.165
3) Walter Salles, a 1.573
4) Clemente Lunardi, a 2.043
5) Marcel Visconde, a 14.125
6) Otávio Mesquita, a 15.510
7) Tom Valle, a 15.667
8) Beto Posses, a 17.920
9) Sérgio Ribas, a 18.798
10) Valter Rossete, a 21.082
11) Guilherme Figueiroa, a 21.420
12) Maurizio Billi, a 32.195
13) Haroldo Pinto, a 48.081
14) Luís Zattar, a 58.728
15) Omilton Visconde Jr., a 1:18.574
16) Danilo Fernandez, a 1 volta
17) Antônio Hermann, a 1 volta
18) Henry Visconde, a 1 volta

Todos com Porsche 911 GT3 Cup equipados com pneus Yokohama.

O Porsche GT3 Cup Challenge Brasil tem patrocínio de Stuttgart Sportcar, Yokohama, Mobil, Beta, Racing e Hara.

Classificação do campeonato após oito provas:

1) Ricardo Baptista, 130 pontos; 2) Otávio Mesquita, 108; 3) Marcel Visconde, 100; 4) Clemente Lunardi, 93; 5) Beto Posses, 92,5; 6) Walter Salles, 75; 7) Luís Zattar, 52; 8) Tom Valle, 51; 9) Constantino Júnior, 50; 10) Maurizio Billi, 50; 11) Sérgio Ribas, 45; 12) Marcelo Ometto, 38,5; 13) Haroldo Pinto, 37; 14) Guilherme Figueiroa, 34; 15) Antônio Hermann, 31; 16) Marcos Barros, 28; 17) Eduardo de Souza Ramos, 22; 18) Omilton Visconde Jr., 17; 19) Henry Visconde, 12; 20) Valter Rossete, 8; 21) Danilo Fernandez, 3 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *