Radical Masters Euroseries: Mineiro Victor Corrêa vence e assume liderança do Radical Masters Eurose

Piloto conquista duas pole position, duas voltas mais rápidas, uma vitória e um terceiro lugar

O Autódromo Internacional do Algarve foi o cenário perfeito para duas corridas emocionantes que deram início à temporada 2013 do Radical Masters Euroseries em Portugal, no último domingo (03/3). Em condições mutáveis no circuito português o brasileiro Victor Corrêa (Unifenas) assumiu a liderança do campeonato depois de vencer a primeira etapa e terminar em terceiro na segunda.

“Estou muito contente de ter cumprido bem o meu objetivo de brigar pelo título da categoria desde o início. Por muito pouco eu não saio daqui de Portugal com 100% de aproveitamento. Só tenho que estar contente com a minha performance, com o meu protótipo Radical SR8 e com o trabalho da Marks Eletrical Racing, a minha equipe que me deu um carro perfeito”, comemorou o mineiro de Alfenas, que largou da pole position nas duas provas e estabeleceu a volta mais rápida em ambas as corridas.

O mineiro Victor Corrêa impressionou toda a categoria com seu Radical SR8 RX na qualificação para a primeira corrida, ao conquistar a pole position com o tempo de 1m40.923s, 1s3s mais rápido que o segundo e apenas dois segundos mais lento que o Lola Coupe LMP2 da Le Mans Series, que foi testado em Portimão na semana passada.

“Estou muito feliz com o que conquistei hoje (sábado). Foi só aproveitar bem os pneus e não errar no circuito, que é bem difícil. Estou muito contente por tudo ter dado certo e poder começar o campeonato com uma pequena vantagem”, comemorou Victor Corrêa, que já no ano passado havia conquistado três pole positions na categoria.

Corrêa voltou a impressionar na outra classificação ao também conquistar a pole para a corrida 2, baixando o seu tempo para 1m40s585, 0s7 mais rápido do que o segundo colocado.

“Demos mais uma melhoradinha no acerto do carro, caprichei bem nesta pista que parece uma montanha russa e consegui baixar ainda mais o meu tempo. Está dando tudo certo e espero que nas duas corridas de amanhã (domingo) continue assim”, torcia o piloto do Sul de Minas Gerais.

Com o tempo limpo e com sol Victor Corrêa começou bem a temporada ao garantir a liderança da largada até a bandeirada para garantir uma vitória dominante. Na segunda volta ele estabeleceu a melhor passagem com 1min43s443.

Com a abertura da janela pit stop na 10ª volta Corrêa aproveitou a boa vantagem que já tinha e manteve sua liderança. Victor levou a vitória por uma margem impressionante de 38s270 sobre o inglês Ross Kaiser.

“Correu tudo bem. Tive a pista limpa no começo e pude imprimir um ritmo bem forte para abrir vantagem e não ser atrapalhado no pit stop que adiantamos, justamente para não pegar muito tráfego. Foi tudo perfeito”, comemorou o representante da Unifenas.

No intervalo entre as provas choveu no circuito de 4,6 km e Victor Corrêa foi surpreendido por uma poça d’agua ainda na primeira volta, quando desfrutava da liderança. Com isto acabou rodando, voltando apenas na 25ª posição, já com o carro de segurança acionado para esperar melhorar as condições do asfalto.

“Foi uma grande surpresa. Como eu não tinha referência nenhuma, fui punido por estar na frente de todos. Mas isto é um risco que corremos”, contou Victor.

Na 23ª volta Victor Corrêa estabeleceu a volta mais rápida também da segunda corrida, com 1min43s509 e em incrível recuperação assumiu o terceiro posto, posição em que recebeu a bandeirada, apenas 1s6 atrás do lituano Konstantins Calkos, atual campeão europeu da categoria, e 13 segundos de desvantagem do inglês Tony Wells, o vencedor.

“Não cometi nenhum erro e o carro estava uma maravilha. Por isto, não posso reclamar do pequeno azar que tive na primeira volta. Pelo menos já apresentei as minhas intenções para o pessoal da categoria e agora temos que trabalhar ainda mais duro para manter este bom nível”, completou o brasileiro, líder do certame.

O Radical Masters Euroseries é disputado com o protótipo Radical SR8, com 420 cavalos de potência e apenas 680 kg, relação peso-potência próxima à de um monoposto de categoria top, podendo atingir 290 km/h. O certame europeu é composto de seis rodadas duplas, em seis países diferentes, com transmissão pelo Euro Channel Eurosport.

A próxima rodada do Radical Masters Euroseries será em Paul Ricard, na França, nos dias 27 e 28 de abril.

Os seis primeiros na primeira etapa foram: 1) Victor Corrêa (Brasil), 28 voltas em 50min00s013; 2) Terrence Woodward (Inglaterra)/Ross Kaiser (Inglaterra), a 38s270; 3) Mark Smithson (Escócia)/Christian Kronegard (Dinamarca), a 41s899; 4) Chris Hyman (África do Sul)/Alex Mortimer (Inglaterra), a 50s817; 5) Robert Enestedt (Escócia), a 56s232; 6) Konstantins Calkos (Lituania), a 1min02s871.

Os seis primeiros na segunda etapa foram: 1) Tony Wells (Inglaterra)/James Littlejohn (Inglaterra), 28 voltas em 51min48s815; 2) Konstantins Calkos (Lituania), a 13s036; 3) Victor Corrêa (Brasil), a 14s597; 4) Terrence Woodward (Inglaterra)/Ross Kaiser (Inglaterra), a 27s736; 5) Bassam Kronfli (Canadá)/Rob Wheldon (Inglaterra), a 28s742; 6) Manhal Allos (Inglaterra), a 46s232.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *