Rali-Dakar: Pujol volta a vencer nas motos; Jean é o sétimo

Apagado nos últimos dias do Rally Dakar, o espanhol Isidre Esteve Pujol deu um show na etapa de hoje da prova, entre Ayoun e Kayes, na África Negra. Fazia cinco especiais que o piloto da KTM só colecionava resultados ruins, e não sabia o que era conquistar uma vitória.

Quem também andou bem foi o brasileiro Jean Azevedo, dono do sétimo melhor tempo do dia (a 12min08 do espanhol). Foi o segundo melhor resultado do piloto da Petrobrás desde o início da edição deste ano – ele já havia sido quinto colocado na nona especial.

Pujol percorreu os 257 quilômetros cronometrados com o tempo de 3h34min46, chegando 3min03 à frente do segundo colocado, o português Paulo Gonçalves. As surpresas do dia não terminaram por aí: o polonês Jacek Czachor foi o terceiro (a 4min04), o sul-africano Tom Classen em quarto (a 7min13) e o francês Fabien Planet o quinto (a 8min02).

Os dois líderes do Dakar acabaram distantes da primeira colocação. O espanhol Marc Coma acabou apenas em 16º (a 17min20 de Pujol), enquanto o francês Cyril Despres surgiu três posições à frente, em 13º (a 15min25).

Tudo igual – O trecho cronometrado de hoje quase não alterou a classificação geral do Dakar. Os cinco primeiros colocados seguem os mesmos, e exatamente nos lugares em que estavam antes de partirem de Ayoun. Coma lidera com folga, somando o tempo de 44h47min16.

Apesar de ter terminado na frente do espanhol hoje, Despres permanece em segundo sem muitas chances de pensar em título, já que aparece 52min48 atrás. Casteu é o terceiro (a 1h10min13), Ullevalseter o quarto (a 2h05min04) e Pujol o quinto (a 2h35min04).

Fonte: Webventure

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *