Rali-Dakar: Riamburgo é o melhor em dia ruim para brasileiros

Na teoria, a segunda especial do Dakar 2007 seria das mais fáceis, apenas para cumprir tabela. Mas os pilotos brasileiros que competem na categoria carros se complicaram nos 67 quilômetros da especial em Portimão, em Portugal.


O melhor resultado foi de Riamburgo Ximenes e Lourival Roldan, com um modesto 33º lugar – a dupla que compete numa Mitsubishi fez o tempo de 1h09min21, a 9min55 do espanhol Carlos Sainz, vencedor do dia. Desta maneira, eles se recuperaram da má estréia de ontem, quando cruzaram a linha de chegada no 128º lugar


Já para os outros brasileiros… Klever Kolberg e Eduardo Bampi acabaram na 75ª colocação do dia, depois de gastarem 1h13min30 no trecho de muita lama, em meio a pedregulhos. É preciso destacar, no entanto, que essa posição ruim irá interferir pouco na classificação geral, já que o tempo da dupla da Petrobras foi apenas 14min04 mais lento que o de Sainz.


Tanto é que Klever e Bampi perderam apenas oito lugares na classificação geral, e agora aparecem em 29º. Isso se deve ao fato de a especial deste domingo ter sido pequena, fazendo com que a diferença entre os tempos dos pilotos seja mínimo. Com a chegada na África, a partir de amanhã, as especiais aumentarão de tamanho e, aí sim, uma 75ª colocação seria drástica.


Riamburgo e Lourival ocupavam a 115ª colocação na classificação geral. Eles somam o tempo de 4h01min55, com 1h39min58 de desvantagem para o líder do rali, o português Carlos Souza.


Acidente – Outro brasileiro nos carros, o piloto Paulo Nobre, o Palmeirinha, sofreu um acidente a dez quilômetros da chegada da especial e perdeu muito tempo. Ao lado do navegador português Filipe Palmeiro, ele caiu numa fossa, mas saiu ileso da batida. Resta saber o quanto esse problema irá atrapalhar seu sonho de chegar ao fim do Dakar.


Palmeirinha, que largou logo depois de Kolberg, registrou o último tempo da especial, com mais de 3 horas de desvantagem para Sainz.

Fonte: Webventure

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *