Rally: Brasileiros em terceiro e quarto no Mundial

Mais um dia tranquilo no percurso das duplas Luís Tedesco/Rogério Almeida e Marlon Koerich/Joseane Koerich, do Chevrolet Rally Team, no Mundial de Rally Cross Country. Com terceiro e quarto lugares, respectivamente, as duplas brasileiras novamente chegaram atrás dos favoritos Luc Alphand e Joan Roma.


A sexta etapa do Por las Pampas Rally, que largou da Argentina no dia 8 de março, está agora no Chile. Nesta segunda-feira, os competidores saíram da cidade litorânea de La Serena e chegaram em Copiapó, entrada do Deserto do Atacama, região mais seca do planeta.

Apesar de ter sido um dia tranqüilo, não foi fácil atravessar os 375,90 quilômetros de especial. “Hoje foi complicado para a navegação e ainda mais nosso GPS estava com problemas. A sorte é que o Tedesco e o Rogério largaram logo depois da gente e nossa estratégia hoje foi andar junto. O Rogério me ajudou muito, tive que falar para o Marlon voltar em três momentos, mas deu tudo certo”, disse Joseane.

Para Marlon, a especial foi muito cansativa, mas a bela paisagem compensou. “Estou muito feliz de ter conseguido completar mais um dia de prova. A paisagem era bem diferente, mar e deserto. A S10 não deu problemas e já estamos pensando em amanhã. Vamos mudar os pneus, pois hoje usamos um modelo mais duro, para pedras, e amanhã colocaremos outro que tem uma área de contato maior, para andar nas dunas”, disse o piloto do Chevrolet Rally Team.

O navegador Rogério Almeida também achou a especial difícil, mas formidável. O cearense estava até um pouco afônico, de tanto que teve que falar nesta etapa. “A prova teve dois aspectos. A trilha estava muito técnica, muito dura, com pedra e areia. Botaram a gente dentro de um liquidificador e deixaram ligado por sete horas. O outro destaque foi a navegação, muito exigente, com lugares que tinham tantos caminhos que foi difícil descobrir qual era o certo. Foi muito legal, estou moído, mas feliz”, disse Almeida.

Nesta terça-feira, os competidores permanecerão em Copiapó, para uma especial de 236,70 quilômetros, em dunas gigantes. “A estratégia será a mesma amanhã. Vamos andar com os dois carros juntos, um ajudando o outro. Estamos na metade da prova e nosso objetivo é chegar a Iquique”, disse Tedesco.

Resultados extra-oficiais da sexta etapa

1º Luc Alphand/Gilles Picard, 5h28min08s
2º Joan Roma/Henri Magne, 5h30min16s
3º Luís Tedesco/Rogério Almeida, 6h42min35s
4º Marlon Koerich/Joseane Koerich, 6h48min37s
5º Sergey Shmakov/Sergey Mishin, 6h53min35s

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *