Rally Dakar: Brasileiros assumem o terceiro lugar dos UTVs

A bordo do Can-Am Maverick X3, Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin são destaques da quarta etapa em San Juan de Marcona, no Peru

Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin assumiram a terceira posição dos UTVs do Rally Dakar nesta terça-feira (9), a bordo do Can-Am Maverick X3. A dupla brasileira confirmou o segundo lugar da categoria na quarta etapa, que teve como palco a região de San Juan de Marcona, no Peru. O roteiro do dia incluiu 444 quilômetros de percurso, 330 deles de trechos cronometrados, e muitas dificuldades.

“Foi uma etapa dura, com dunas altíssimas. Teve subida o tempo todo, precisávamos acelerar 3, 4 quilômetros até alcançar o topo. O vento estava contra nós e a poeira, mais rápida que os competidores”, contou o piloto Varela, com bom humor. Os brasileiros lideraram grande parte da quarta etapa.

“Fizemos uma boa prova, aproveitando bem as curvas, e superamos todos os desafios. O roteiro ainda teve muita pedra, mas o Can-Am Maverick X3 chegou inteiro. Temos ciência de que há muito rally pela frente e vamos continuar nessa tocada, sempre entre os mais rápidos”, concluiu. Varela participa pela sétima vez do Rally Dakar.

Entre os quadriciclos da classe G3. 2 2, o argentino Daniel Mazzucco venceu a quarta etapa e ampliou liderança com o Can-Am Renegade. O Top 5 agora conta com o vice-líder Pablo Novara, da argentina, seguido por Kamil Wisniewski (Polônia), Suany Martinez (Bolívia) e Leonardo Martinez (Bolívia). Todos competem com o quadriciclo Can-Am Renegade.

Etapa mais longa – Com destino a Arequipa, no Peru, os competidores encaram nesta quarta-feira (10) a etapa mais longa do 40º Rally Dakar. Serão 932 quilômetros de trajeto (267 km de especiais), formado por muitas horas de deslocamentos e passagem pelas dunas montanhosas de Tanaka.

A prova também reúne categorias para motocicletas, carros e caminhões. O roteiro ainda passa pela Bolívia e pela Argentina, que será palco da chegada no dia 20 de janeiro, na cidade de Córdoba. O percurso total inclui mais de oito mil quilômetros.

Rally Dakar – Resultados categoria UTVs (extra-oficiais)

4ª Etapa
1 – PATRICE GARROUSTE (FRA) / STEVEN GRIENER (CHE) – 05H 43′ 45”
2 – REINALDO VARELA / GUSTAVO GUGELMIN (BRA) – 06H 09′ 18” – Can-Am Maverick X3
3 – ANIBAL ALIAGA / JUAN PEDRO CILLONIZ (PER) – 07H 28′ 50”
4 – CLAUDE FOURNIER (FRA) / SZYMON GOSPODARCZYK (POL) – 07H 35′ 00”
5 – JOSE LUIS PENA CAMPO / RAFAEL TORNABELL CORDOBA (ESP) – 07H 44′ 08”

Resultados acumulados após quatro etapas

1 – PATRICE GARROUSTE (FRA) / STEVEN GRIENER (CHE) – 16H 17′ 51”
2 – JUAN CARLOS URIBE RAMOS/ JAVIER URIBE GODOY (PER) – 18H 01′ 44” – Can-Am Maverick X3
3 – REINALDO VARELA / GUSTAVO GUGELMIN (BRA) – 18H 14′ 13” – Can-Am Maverick X3
4 – ANIBAL ALIAGA / JUAN PEDRO CILLONIZ (PER) – 19H 08′ 39”
5 – CLAUDE FOURNIER (FRA) / SZYMON GOSPODARCZYK (POL) – 19H 33′ 59”

Rally Dakar – Resultados categoria Quadriciclos (classe G3.2 2) 4ª Etapa

1 – DANIEL MAZZUCCO (ARG) – 06H 34′ 24” – Can-Am Renegade
2 – ROMULO AIRALDI (PER) – 06H 37′ 43” – Can-Am Renegade
3 – JAN BASTIAAN NIJEN TWILHAAR (NLD) – 06H 58′ 39” – Can-Am Renegade
4 – SUANY MARTINEZ (BOL) – 07H 03′ 35” – Can-Am Renegade
5 – LEONARDO MARTINEZ (BOL) – 07H 07′ 20” – Can-Am Renegade

Resultados acumulados após quatro etapas
1 – DANIEL MAZZUCCO (ARG) – 16H 38′ 21” – Can-Am Renegade
2 – PABLO LUIS NOVARA (ARG) – 18H 35′ 15” – Can-Am Renegade
3 – KAMIL WISNIEWSKI (POL) – 18H 49′ 52” – Can-Am Renegade
4 – SUANY MARTINEZ (BOL) – 18H 55′ 57” – Can-Am Renegade
5 – LEONARDO MARTINEZ (BOL) – 19H 10′ 45” – Can-Am Renegade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *