Rally Dakar: Etanol parte para seu segundo teste

Etapas de hoje (14) e amanhã (15) nas dunas Argentinas mais uma vez colocarão à prova o desempenho do Mitsubishi Pajero do Valtra Dakar Eco Team.

Os dois últimos dias do Rally Dakar, entre La Serena e Santiago (no dia 12) e entre Santiago e San Juan (dia 13), já em território argentino, puderam ser consideradas mais tranquilos em relação ao que carros, motos, caminhões e quadriciclos enfrentam hoje e amanhã, na 13ª e 14ª etapas, trechos mais difíceis, e que representam bem a fama de rally mais difícil do mundo.

“Eram caminhos montanhosos, sinuosos, mas sem grande dificuldades em termos de terreno”, sentenciou Klever Kolberg, que ao lado do navegador Giovanni Godoi representam o Valtra Dakar Eco Team. “Depois do Chile, o cenário começou a mudar bastante, começamos a ter um pouco mais de verde pelo caminho, e a navegação tem sido um pouco mais fácil”, explicou.

Ontem, Kolberg e Godoi saíram de Santiago rumo a San Juan. E segundo Klever, o trajeto também foi mais tranqüilo por causa da fronteira entre Chile e Argentina. “Passamos pela Cordilheira (dos Andes), mas por uma passagem mais utilizada, o que não representou grandes dificuldades. Foi um trajeto que ofereceu poucos desafios”, disse.

O único problema, de acordo com o pioneiro em levar o etanol ao Dakar, foi o calor. “Estava muito quente depois que chegamos à Argentina. O motor, no entanto, não sentiu nenhuma dificuldade, mas nós pilotos, assim como os navegadores e mecânicos, sentimos o calor intenso e pouco vento”, afirmou. “Durante a tarde fez 35 graus e esta temperatura persistiu até as 20 horas, e mesmo à noite, o carro continuava quente”, demonstrou.

Hoje e amanhã, segundo Klever, mais do que deixar o Mitsubishi Pajero Sport Flex pronto para os desafios, será preciso preparar o corpo. “Serão dois dias de calor muito intenso, e como a maioria dos carros não têm ar condicionado, é preciso se hidratar bastante. Além disso, haverá trechos traiçoeiros nas dunas de Nihuil”, explica. Serão 1.521 quilômetros nos dois dias.

Amanhã é o penúltimo dia do Rally Dakar. “No acampamento já é possível ver as expressões de cansaço e exaustão em todos os competidores e equipes”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *