Rally Dakar: Felipe Zanol cruza a linha de chegada em Lima neste domingo

Em décimo na classificação geral das motos, piloto está próximo de confirmar o título de melhor das Américas no rali mais difícil do mundo

Felipe Zanol está a caminho de Lima, no Peru, neste domingo, quando cruza a rampa de chegada do Rally Dakar. O mineiro caminha a passos largos para confirmar o título de melhor piloto das Américas, estando em décimo lugar na classificação geral das motocicletas, mesmo sendo a primeira vez que disputa o maior rali do mundo. A 14ª e última etapa larga de Pisco com 254 quilômetros de deslocamentos e apenas 29 km de especial, os quais irão apontar quem irá participar da cerimônia do pódio na capital peruana.

“Acredito que a corrida foi decidida hoje, mas como estamos no Rally Dakar, tudo pode acontecer amanhã. Estou tranquilo, já que fiz tudo o que podia para garantir o melhor desempenho nesta minha estreia, e me sinto extremamente satisfeito com os resultados. O objetivo principal era chegar em Lima e estou bem próximo disso. E uma segunda meta era estar entre os 15 primeiros, sou o décimo colocado. Estou muito feliz por tudo estar sendo ainda melhor do que eu esperava, tudo correu bem comigo e a motocicleta está 100%”, contou Zanol, que pilota uma KTM 450 Rally Replica.

O brasileiro levou um tombo na 13ª etapa, realizada neste sábado entre Nasca e Pisco, com 76 km de deslocamentos e 276 km de especial. “Foi mais um dia extremamente difícil e complicado. Ao desviar de uma pedra na areia, acabei levando um tombo após o abastecimento, o que quebrou um pouco o meu ritmo na prova. Optei por seguir mais tranquilo para não comprometer o resultado que conquistei até aqui”, explicou Zanol, que está com um pouco de dor nas costas por conta da pancada. “Mas não é nada que irá me atrapalhar para chegar em Lima”, garantiu.

Zanol cumpriu o trecho cronometrado da 13ª etapa em 12º lugar, com o tempo de 3h31min42seg, de acordo com os resultados extra oficiais. Após a prova do dia, o francês Cyril Despres retomou a liderança e está com uma mão no tetracampeonato do Dakar. O principal adversário do piloto na competição foi o espanhol Marc Coma, que está 11min03seg atrás dele em segundo lugar na tabela.

Felipe Zanol é piloto da equipe KTM Brasil com patrocínio de Red Bull, Cia do Terno, ASW, Rinaldi, ATS Informática, Mobil, SEEJ e Vedamotors, além do apoio de Água Mineral Ingá, Mr Pró e Brasil Moto Tour.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *