Rally Dakar: Organização dá a Coma o título da etapa de quarta-feira

As posições de largada nesta quinta-feira foram influenciadas por mudanças severas nas colocações da 11ª etapa. Devido a uma marcação incorreta de trajeto realizada por um policial argentino, diversos pilotos se perderam e realizaram a prova por uma trilha incorreta. Sendo assim, a organização da prova concedeu créditos nos tempos de alguns pilotos que pegaram este caminho no km 13, perdendo preciosos minutos na etapa.

Como resultado das mudanças, a vitória de Frans Verhoeven foi passada para o espanhol Marc Coma que recebeu o bônus de tempo da organização, totalizando a etapa com 2h39min13. A segunda posição também sofreu alterações, passando para David Fretigné, com 2h44min26, largando nesta quinta no segundo lugar.

O holandês Verhoeven caiu para a terceira posição da etapa com 2h44min54, descendo para a 49ª na classificação geral. Neste ponto, a troca de posições foi ainda mais comentada. Cyril Despres mantém a liderança, seguido agora pelo chileno “Chaleco” Lopes, 1h20min54 atrás do líder. O atual campeão Marc Coma manteve a 16ª posição, e segue sem grandes chances de título.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *