Rally de São Paulo: João Paulo Oliveira vence o Rally de São Paulo

Chuva marcou a final do evento deixando a final mais emocionante

O piloto da Fórmula Nippon João Paulo de Oliveira foi o grande vencedor do 1º Rally de São Paulo – Desafio dos Campeões. Com a pista repleta de lama em virtude da forte chuva que caiu no Parque São Jorge, São Paulo, na tarde deste domingo (18), pilotar foi uma tarefa complicada. Seguindo o paulista, Nelsinho Piquet, da NASCAR, foi o segundo e Lucas di Grassi, piloto de testes da Pirelli na Fórmula 1, o terceiro.

Com a vitória, João Paulo levou para casa um cheque de R$ 150 mil. Piquet que foi o segundo, di Grassi que foi o terceiro, e Pizzonia que foi o quarto, levaram as bagatelas de R$ 75 mil, R$ 50 mil e R$ 25 mil, respectivamente.

“O evento foi muito bacana. Se você perguntar para todos os pilotos eles irão falar que curtiram. A idealização do evento do Rubens está de parabéns, pois é o tipo de evento que reúne o pessoal no fim de ano para competir em condições iguais, mas em um piso diferente do que estamos acostumados”, disse JP Oliveira, que acrescentou que se manter na pista ao final da prova era muito complicado. “A lama entrava nos poros dos pneus e ficava muito difícil de tracionar”.

Vale lembrar que JP teve uma melhora muito grande de sábado para domingo. O piloto de 30 anos que corre desde 2004 no Japão foi penúltimo e último nos dois treinos livres do dia.

Para Nelsinho, a situação de pista no final não estava nem fácil nem difícil, apenas diferente. E foi neste quesito que João Paulo de Oliveira soube se sobressair e vencer a prova.

“A condição de pista estava diferente. Não vou dizer que estava difícil, mas esse ambiente é bem diferente do que estamos acostumados. Mas os méritos vão para o João Paulo, que achou alguma coisa que nós não conseguimos achar”, falou Nelsinho após a corrida.

Terceiro colocado na prova, Lucas di Grassi também elogiou o evento, mas disse que pilotar em uma condição de pista como esta estava muito complicado.

“O conceito da corrida é muito legal, uma pena essa chuva no final que deu uma diferenciada na pista. Estava impossível de guiar. Minha roda traseira colava no para-lama e mostrava que o carro não foi feito para andar nessa condições de lama de jeito nenhum. Mas o evento tem tudo para continuar, pois tenho certeza que todos que estavam aqui gostaram do que viram, finalizou o terceiro colocado.

Classificação final do Rally das Estrelas:

1º) João Paulo de Oliveira
2º) Nelson Piquet Jr.
3º) Lucas di Grassi
4º) Antonio Pizzonia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *