Rally dos Sertões: Penúltima etapa reunirá os piores trechos da prova

Especial desta quinta-feira (19) exigirá concentração máxima de pilotos e navegadores, e muita resistência do equipamento

Para quem pensava que a pior parte do 18º Rally Internacional dos Sertões já havia ficado para trás, junto com a travessia da região conhecida como o “deserto do Jalapão”, no estado do Tocantins, a notícia não é das mais animadoras.

De acordo com Ricardo Mello, que atua na organização da prova como o “coelho” – ou seja, é o responsável por percorrer o trajeto de cada etapa um dia antes da passagem dos competidores, checando como estão as condições do percurso – a especial desta quinta-feira (19), entre Teresina (PI) e Sobral (CE), a penúltima desta edição do Sertões, com 245 km de trecho cronometrado, pode provocar uma reviravolta na classificação da corrida.

Isto porque, segundo ele, a etapa será extremamente dura, por exigir muita navegação, com referências a cada 60 ou 100 metros. “Os primeiros 30 quilômetros são muito difíceis, de navegação pura. É preciso ser muito bom de planilha. Por isso, quem ganha essa etapa é o navegador, não o piloto”, avaliou Mello. “Eles terão que ficar muito ligados e, se possível, ‘correrem devagar’, para não perderem qualquer referência do trajeto”.

Entretanto, o trabalho dos pilotos não ficará em segundo plano. De acordo com Mello, o trajeto da nona etapa terá piso com muitas pedras soltas e obstáculos escondidos pela vegetação rasteira, como buracos e mais pedras. A especial (ou distância cronometrada) desta quinta-feira também inclui dois trechos muito lentos (trial), em desnível e bem acidentados. “Os últimos 20 km são os piores para o piloto, por causa do terreno muito ruim. Será uma especial definitiva para o Sertões deste ano”, sentenciou Mello.

Veja como será a quinta-feira (19/08) do Rally Internacional dos Sertões:
9ª etapa – Teresina (PI) – Sobral (CE)

Deslocamento Inicial: 70 km
Trecho Especial: 245 km
Deslocamento Final: 137 km
Total: 452 km

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *