Rally dos Sertões: Spinelli vence especial e volta a liderar nos carros

Vanderlei Cassol conquista sua quarta especial e seu irmão Marcos abre mais de uma hora de vantagem para o segundo colocado

Guilherme Spinelli e Youssef Haddad (Mitsubishi) venceram a sétima especial do Rally Internacional dos Sertões 2010, disputada nesta terça-feira (17), e voltaram ao primeiro lugar no acumulado geral dos carros. O trecho de hoje, segundo trecho da etapa maratona, ligou as cidades de São Félix do Tocantins (TO) e Balsas (MA), totalizando 520 quilômetros, sendo 222 deles cronometrados. A dupla Cristian Baumgart/ Beco Andreotti (Mitsubishi) terminou em segundo, seguida por Marlon Koerich/ Deco Muniz (Sherpa), João Franciosi/ Rafael Capoani (Sherpa) e Paulo Nobre/ Luiz Palú (BMW X3). Os quatro primeiros colocados ficaram na casa de 2h e 13min.

Após três levantamentos previamente realizados, além da conferência de roteiro, a especial apresentada aos competidores apresentava 485 quilômetros. Entretanto, um imprevisto acabou encurtando o trecho cronometrado.

Por conta das condições ruins apresentadas na estrada, uma das quatro equipes de apoio do Rally dos Sertões, composta por seis carros e 26 pessoas, não conseguiu contornar uma serra. Para um caminho alternativo, seria necessário percorrer 300 quilômetros a mais e o tempo não seria suficiente para realizar a cobertura do trecho. Prezando pela segurança dos competidores, a organização da prova optou por encurtar a especial, que foi encerrada no quilômetro 222.

“Após sete etapas realizadas, o balanço do Rally dos Sertões 2010 é muito bom. Foram poucos problemas de comunicação em alguns trechos das especiais, não tivemos mais dificuldades. Até aqui, a prova tem cumprido o prometido. Todas as equipes de organização, apoio e produção têm realizado um trabalho espetacular, assim como os pilotos e navegadores”, observou Marcos Moraes, organizador do Rally dos Sertões.

Spinelli comemorou a volta à liderança. “É muito bom sair do Jalapão e da etapa maratona sãos e salvos. Estamos muito satisfeitos com o nosso desempenho, não tivemos problemas com o equipamento. Foi uma maratona impecável. É cedo para fazer qualquer previsão, não conquistamos nada ainda. Temos mais três etapas e muito chão pela frente até a chegada em Fortaleza. Até lá, pretendemos manter o mesmo ritmo e a mesma estratégia”, afirmou.

Vencedor da sexta etapa, Cristian Baumgart ficou satisfeito com o segundo lugar. “Ontem ganhamos a especial e hoje voltamos a conquistar um ótimo resultado. A etapa do Jalapão foi muito forte. Eu nunca fiquei preso lá e ainda bem que dessa vez não foi diferente. Foram sete ou oito horas dentro do carro e estamos exaustos. As duas especiais da maratona foram bem ‘quebradeiras´, as mais difíceis do Rally dos Sertões 2010. Enfrentamos rio, ponte, pedra, erosão. O carro parecia um liquidificador e não estávamos mais aguentando ficar dentro dele. Estamos realmente muito cansados”, disse.

Irmãos Cassol na frente

Entre os caminhões, o trio formado por Vanderlei Cassol/Lelio Carneiro/Henrique Oliveira (Ford) venceu sua quarta especial, com o tempo de 02h47min30s. “O Marcos (Cassol) tirou o pé para administramos e nós apertamos um pouco o ritmo para tentar diminuir a diferença. Se a especial não fosse encurtada, certamente teríamos tirado um pouco mais de diferença. Começamos o dia em quinto no acumulado e terminamos em segundo entre os caminhões. Foi um ótimo dia. A parte mais cansativa foi o deslocamento final. Se tivéssemos disputando a especial ainda, estaremos “adrenados” e não sentiríamos tanto”, avaliou Vanderlei Cassol.

A segunda posição ficou novamente com o André Azevedo/Maykel Justo/Ronaldo Pinto (Mercedes-Benz), que superaram os problemas que enfrentaram na especial de ontem e conseguiram atravessar a etapa maratona. O trio Marcos Cassol/Rodrigo Mello/Davi Fonseca (Ford) chegou em terceiro e abriu mais de uma hora de vantagem para o segundo colocado, Guido Salvini/Weidner Moreira/Fernando Chwaigert (Mercedes-Benz).

“Viemos bem na manha, administrando o equipamento para chegar bem em Balsas. Estou feliz por estarmos liderando e também pelo meu irmão (Vanderlei), que vem ganhando as especiais. O dia de hoje foi bem cansativo. Administrar traz tensão e cansa mais. Estou todo dolorido por conta da tensão. Mas a especial também foi bem divertida, com um areião bem difícil de segurar no começo. Ainda faltam três dias para o final do Sertões, o negócio é seguir administrando e manter o ritmo”, finalizou Marcos Cassol.

Informações do Posto médico

Durante a primeira perna da etapa maratona a equipe médica do Rally Internacional dos Sertões entrou em ação para atender alguns competidores: Maguis Correia, da categoria motos, abandonou com uma fratura no punho. João Onofre Barros também se acidentou, mas após o resultado negativo para a suspeita de trauma torácico, ele segue na prova. Outro piloto, Dimas Mattos, também caiu e, por causa da forte pancada na cabeça, não disputou a especial desta terça e não deve mais competir. Na disputa dos carros, o piloto Paulo Correa teve fratura no tornozelo e seu navegador, Gilson da Rocha, teve suspeita de trauma no tórax, mas que não se confirmou. Ambos estão fora da prova.

Confira o resultado extra-oficial da especial São Felix do Tocantins (TO) – Balsas (MA) nos carros:
1º) Guilherme Spinelli /Youssef Haddad – (Mitsubishi Triton SR) 02h13min08s0
2º) Cristian Baumgart/Beco Andreotti (Mitsubishi L200 Triton ) – 02h13min10s0
3º) Marlon Koerich/ Deco Muniz (Sherpa V2) – 02h13min50s0
4º) João Antonio Franciosi/ Rafael Capoani – (Sherpa V2) 02h13min58s0
5º) Paulo Nobre (Palmeirinha)/Luiz Carlos Palu (BMW X3) – 02h14min20s0
6º) Marcos Baumgart/Kleber Cincea – (Mitsubishi L200 Triton) 02h18min10s0
7º) Riamburgo Ximenes /Stanger Welerson Eler – (Mitsubishi Evo Pron) 02h20min37s0
8º) Paulo Bertolini/ Anderson Bertolini – (Mitsubishi L200 RS) 02h21min16s0
9º) Luiz Facco/Silvio Deusdara – (Mitsubishi L200 RS) 02h24min53s0
10º) Hugo Rodrigues/ Kaique Bentivoglio – (Mitsubishi L200 RS) 02h31min14s0
11º) Klever Kolberg/ Flavio Marinho de França – (Mitsubishi Proton) 02h32min18s0

Confira o resultado extra-oficial da especial São Felix do Tocantins (TO) – Balsas (MA) nos caminhões:
1º – Vanderlei Cassol/Lelio Carneiro/Henrique Oliveira (Ford F4000) – 02h47min30s0
2º – André Azevedo/Maykel Justo/Ronaldo Pinto (Mercedes Benz Atego) – 02h53min00s0
3º – Marcos Cassol/Rodrigo Mello/Davi Fonseca (Ford F4000) – 02h59min00s0
4º – Felicio Bragante/Ricardo Costa/Nelson Corder (Ford F4000) – 03h02min30s0
5º – Kenner Santos Garcia/Ronie Von Silva (Ford F250) – 03h14min33s0
6º – Ulysses Marinzeck/Cesar Botas/Adriano Silva (Ford Cargo 1722) – 04h32min35s0
7º – Edu Piano/Solon Mendes/Marcos Alves (Ford Cargo 1722 4×4) – 04h00min57s0
8º – Luciana Bragante/Roberlena Moraes/Carla Martin (Ford F4000) – 04h40min45s0
9º – Guido Salvini/Weidner Moreira/Fernando Chwaigert (Mercedes Benz Atego 1725) – não completou

Veja os cinco primeiros no acumulado geral dos carros

1º) Guilherme Spinelli /Youssef Haddad – (Mitsubishi) 18h26min05s8
2º) Klever Kolberg/Flavio Marinho de França – (Mitsubishi) 18h43min12s4
3º) Riamburgo Ximenes /Stanger Welerson Eler – (Mitsubishi) 18h49min52s4
4º)Marcos Baumgart/Kleber Cincea – (Mitsubishi) 18h54min48s7
5º) Luiz Facco/Silvio Deusdara – (Mitsubishi) 19h14min40s7
6º) Paulo Nobre (Palmeirinha)/Luiz Carlos Palu (BMW) – 19h24min37s9
7º) Cristian Baumgart/Beco Andreotti – (Mitsubishi) 19h36min23s9
8º) João Antonio Franciosi/ Rafael Capoani – (Sherpa) 19h47min14s6
9º) Sven Fischer/ João Luiz Stal – (Mitsubishi) 20h37min27s1
10º) Paulo Bertolini/ Anderson Bertolini – (Mitsubishi L200 RS) 20h48min43s8

Veja os cinco primeiros no acumulado geral dos caminhões

1º – Vanderlei Cassol/Lelio Carneiro/Henrique Oliveira (Ford F4000) – 20h25min54s6
2º – Marcos Cassol/Rodrigo Mello/Davi Fonseca (Ford F4000) – 22h13min08s6
3º – Felicio Bragante/Ricardo Costa/Nelson Corder (Ford F4000) – 23h00min22s2
4º – Kenner Santos Garcia/Ronie Von Silva (Ford F250) – 24h17min54s5
5º – Ulysses Marinzeck/Cesar Botas/Adriano Silva (Ford Cargo 1722) – 25h01min22s7
6º – André Azevedo/Maykel Justo/Ronaldo Pinto (Mercedes Benz Atego) – 25h07min34s7
7º – Edu Piano/Solon Mendes/Marcos Alves (Ford Cargo 1722 4×4) – 27h01min22s5
8º – Luciana Bragante/Roberlena Moraes/Carla Martin (Ford F4000) – 28h10min59s1
9º – Guido Salvini/Weidner Moreira/Fernando Chwaigert (Mercedes Benz Atego 1725) – 29h059min37s6
10º – Amable Barasa/ Guilherme Signoretti/ Raphael Bettoni (Ford F4000) – 30h42min50s5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *