Rally dos Sertões: Varela/Macedo ampliam liderança no campeonato brasileiro

Dupla terminou em nono na Geral e segundo na categoria Super Production, e mantém prioridade para o certame nacional nos três primeiros dias do Rally dos Sertões.

A aventura já começou. Os 172 competidores já passaram pelo primeiro dia de desafios, entre Goiânia e Santa Helena, em Goiás, que prosseguem nesta quinta-feira (25/6), para mais 469 km de disputas. O 17º Rally dos Sertões terminará em Natal (RN) apenas no dia 3 de julho, após completarem 5.056 km em dez dias de competições. “Por enquanto estamos só aquecendo. O rali vai esquentar mesmo depois do terceiro dia”, comentou o piloto Reinaldo Varela (Mitsubishi/Pirelli/Blindarte), cinco vezes vencedor do Rally dos Sertões e único brasileiro campeão mundial de Rally Cross Country.

Na primeira etapa, na quarta-feira (24/6), os participantes do segundo rali mais difícil do mundo completaram os primeiros 327 km, sendo que os 256 da Especial cronometrada foram disputados em estradas de fazendas, passando por canaviais e serra, onde a navegação foi muito importante. “A navegação não estava difícil, só o trecho do canavial exigiu muita atenção”, relatou o navegador Marco Macedo, vencedor das duas últimas edições do Sertões na categoria Super Production, junto com Varela.

Os participantes tiveram um primeiro trecho bem técnico e mais travado, e uma segunda parte mais rápida. “Hoje foi um dia totalmente de saltos, lombas e curvas de nível”, disse Marcão. “Na primeira parte andamos mais rápido. Quando vimos que estávamos bem, tiramos um pouco o pé, para mantermos uma boa margem de segurança”, completou o experiente Varela, com 26 anos como piloto de rali.

Um grande público estava esperando os competidores em Santa Helena, no sudoeste de Goiás, que lotou as arquibancadas na arena onde foi realizado um Super Prime logo na entrada da cidade. Além de aplaudirem todos os concorrentes das categorias motos, quadriciclos, carros e caminhões, foram ao delírio quando o piloto do Catar Nasser Al-Attiya e o navegador alemão Timo Gottschalk capotaram com o incrível protótipo VW Touareg, sem danos físicos com a dupla. O irônico é que a dupla estrangeira tinha acabado de vencer o primeiro dia de rali.

Neste segundo dia de trilhas a caravana do Rally dos Sertões vai seguir de Santa Helena até Cidade de Goiás, antiga capital do estado, quando 334 km serão de Especial muito técnica e completa, exigindo estratégia. Será um percurso travado, passando por serra, com curvas de nível e mais cascalhos. Ao final da quinta-feira serão completados ‘apenas’ 796 km de rali.

“Estamos alcançando nosso objetivo inicial, mantendo a liderança do Brasileiro. Por isso, neste segundo dia seremos conservadores novamente. A partir do quarto dia é que vamos mudar nossa estratégia e pensar na briga pelo Sertões”, declarou Erley Ayala, chefe da equipe Mitsubishi/Pirelli/Blindarte/Rally Brasil.

Os três primeiros dias do Rally dos Sertões, com trechos que vão de Goiânia até Minuaçu, em Goiás, serão três etapas válidas pelo Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, que tem a liderança de Varela/Macedo na categoria Super Production com 34 pontos. Por isso, eles estão correndo com a tabela de classificação e calculadora na mão. “Hoje ampliamos mais a nossa liderança. Aos poucos vamos consolidando nossa posição, atrás de mais um título”, comemorou Varela, Tetracampeão Brasileiro de Rally Cross Country (2000/2002 – geral dos Carros; 2006 – cat. PD e 2008 – cat. SPD).

Confira os dez primeiros (extra-oficial) na categoria Super Production no primeiro dia:

1) José Sawaia/André Sawaia (328), 2h50min53s50
2) Reinaldo Varela/Marcão Macedo (303), 2h53min52s10;
3) Marcos Cassol/Rodrigo Melo (317), 2h55min31s20;
4) Sven Fischer/João Stal (305), 3h00min13s90;
5) Augusto Fiergelewski Soares/Carlos Marinatti (340), 3h03min24s90;
6) Mauro Schenkenberg Guedes/Corban Costa (327), 3h04min58s30;
7) Walter Bussadori Jr/Ademar Frederico (339), 3h05min38s40;
8) Carlos Policarpo Oliveira/Rômulo Seccommandi (320), 3h08min59s40;
9) Luiz Facco/Silvio Deusdará (316), 3h09min50s30;
10) Regis Braga Maia/Ana Carolina Braga (330), 3h11min11s80.

Assim está a classificação do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country na categoria Super Production após cinco etapas:

Pilotos:

1) Reinaldo Varela, 34 pontos;
2) José Sawaya, 20;
3) Luciano Lima, 13;
4) Luiz Facco, 9,5;
5) Reinaldo Iglesias, 8;
5) Paulo Lima, 8;
5) Régis Braga, 8;
8) Marcos Cassol, 6;
9) Sven Fischer, 5;
10) Augusto Fiergelewski Soares, 4;
11) Mauro Schenkenberg Guedes, 3;
12) Walter Bussadori Jr, 2;
13) Carlos Policarpo Oliveira, 1 ponto.

Navegadores:

1) Marcão Macedo, 34 pontos;
2) Neurivan Calado, 13;
3) André Sawaia, 10;
4) André Casagrande, 8;
4) Ana Carolina, 8;
4) Rogério Medeiros, 8;
7) Plínio Bérgamo, 7,5;
8) Wallace Von Schimidt, 7;
9) Rodrigo Melo, 6;
10) João Stal, 5;
11) Carlos Marinatti, 4;
12) Corban Costa, 3;
13) Ademar Frederico, 2;
14) Rômulo Seccommandi, 1 ponto.

A dupla Reinaldo Varela/Marcos Macedo tem patrocínio de Mitsubishi/Pirelli/Blindarte e apoio de Artfix/Borg Warner/Divino Fogão/Electrolux/Itamotors/Temp Clean.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *