Rally: Equipe Baterias Heliar cumpre o objetivo no Mitsubishi Cup

Antonio Sampaio e Marcos Basílio terminaram a 3ª etapa do Mitsubishi Cup empatados com 15 pontos, e por apenas um segundo de desvantagem, ficam com a 11ª posição.

A equipe Baterias Heliar terminou a 3ª etapa do Mitsubishi Cup com a 11ª colocação. Excelente resultado para Antonio Sampaio e Marcos Basílio, que participaram pela segunda vez do campeonato e passam por um processo de adaptação com o novo veículo adquirido: a TR4 R.

O rali foi realizado no dia 7 de julho, na cidade de Itu, SP. A competição – originalmente marcada para 2 de junho –, teve de ser cancelada devido a forte chuva que caiu na região, e deixou a pista sem condições de segurança.

Remarcado, o certame aconteceu na Base 84, na Fazenda Potira, localizada próxima a rodovia Castelo Branco. Compareceram 55 duplas – divididas nas categorias L200 RS Máster, L200 RS, L200 R e TR4 R –, que enfrentaram um percurso de 28,22 quilômetros em três especiais, num total de 84,66 quilômetros.

Tecnicamente, essa disputa foi considerada a mais difícil da temporada 2007 do campeonato. Os competidores enfrentaram um circuito travado, com muitas curvas fechadas em meio a canavial alto. O terreno mesclou chão batido e arenoso, e conforme os veículos passavam, facões se formaram, exigindo uma mudança na técnica de pilotagem e na forma de como atacar nas curvas. Experiência e habilidade do piloto fez a diferença.

Na primeira bateria, Sampaio e Basílio terminaram na 9º colocação, com o tempo de 29 minutos 40,9 segundos. Na segunda volta, devido ao terreno que se modificou, eles aumentaram 14 segundos em relação ao tempo anterior.

Na última especial, um carro capotou e obstruiu a pista. Desta forma, para evitar o cancelamento da bateria, a organização validou a corrida até o km 17,46. Assim, Sampaio e Basílio cravaram o tempo de 18 minutos e 24,0 segundos, ocupando a 11ª colocação. Na Geral, apenas um segundo tirou o 10º lugar da equipe, que empatados com 15 pontos, ficou na 11ª posição. “Infelizmente, parte da prova foi cancelada, pois vínhamos bem, melhores adaptados e com maior conhecimento do piso. Dava para buscar um melhor resultado. Mas valeu, atingimos nosso objetivo, mesmo tendo perdido o 10º lugar por um segundo”, declarou Sampaio. A categoria compreendeu 21 times.

Além disso, o piloto destaca as aulas que está tendo. “Estamos conhecendo o veículo e entre uma volta e outra, vemos o que pode ser mexido para torná-lo mais rápido, como por exemplo, calibragem de pneu para o tipo de solo que encontramos ou regulagem de amortecedor”, explicou Sampaio.

Já Basílio, faz uma comparação do rendimento da dupla com os demais corredores. “Estou satisfeito com o nosso desempenho. O pessoal compete há dois anos e nós chegamos agora. Acredito que logo estaremos mais competitivos. Sem contar, que essa foi a nossa primeira prova completa, visto que na passada, corremos apenas duas especiais”, encerrou o navegador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *