Rally: Equipe Honda sobe ao lugar mais alto do pódio três vezes em Sonora (MS)

Thales Vilardi, Jean Ramos e Rodrigo “Lama” garantiram o primeiro lugar na sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross.

A sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, disputada neste domingo (22), em Sonora (MS), teve um saldo positivo para o Team Honda. A equipe cumpriu seu objetivo ao reassumir a liderança da categoria MXJr, com Thales Vilardi. Jean Ramos garantiu o primeiro lugar no pódio da MX2 e Rodrigo “Lama” manteve a ponta na 85cc. Entre tantas alegrias, as quedas dos pilotos Leandro Silva e Wellington Garcia, na bateria da MX1 foi a má notícia. Ambos tiveram de abandonar a prova e Leandro acabou deixando a liderança da categoria.

MX1 – A bateria da MX1 surpreendeu a equipe Honda. Leandro Silva, líder da categoria. assumiu a ponta logo na largada. Jean Ramos saiu atrás. Wellington Garcia corria em quarto, atrás de João Paulino “Marronzinho” e com muita força. No en tanto, uma queda acabou tirando o goiano da prova. A briga pelas posições continuou forte. Ninguém queria dar chances aos adversários. Jean acabou sendo ultrapassado por Marronzinho que pouco depois garantiu a liderança. Leandro seguiu no restante da prova com dificuldades. A moto perdeu o rendimento e para piorar, o paranaense caiu, teve problemas com a moto e acabou abandonando a prova. Com o resultado, Leandro deixou a liderança, com uma diferença de seis pontos. Jean fez às vezes do Team Honda e subiu novamente ao pódio na segunda colocação – depois de conquistar o primeiro lugar na MX2.

“Consegui abrir vantagem no começo da corrida, mas depois de uns 15 minutos comecei a perder terreno. O Leandro me passou e, então, comecei a partir para cima do Marrom, mas acabei em segundo, que é um bom resultado”, contou. Jean tem apresentado uma grande evolução nas últimas etapas e conta que além do Campeonato Brasil eiro de Motocross, está focado no Campeonato Brasileiro de Supercross, que terá inicio em setembro. “Estou aparecendo devagar nas corridas. Como tive dificuldades no início do Brasileiro, quero fazer um bom trabalho para estar preparado para o Supercross. Se a chance de garantir a primeria colocação no Brasileiro aparecer, vou agarrar.”

MX2 – Como sempre, a bateria da MX2 foi muito disputada. Com excessão do vencedor Jean Ramos, que se manteve à frente a maior parte do tempo, vários pilotos se revezaram nas primerias posições. Jean largou forte na frente e foi pressionado de perto por Lucas Moraes durante os primeiros minutos. O paranaense acelerou cada vez mais forte. Jean fez uma excelente corrida e conseguiu abrir muito espaço para o segundo colocado, fazendo uma prova bastante tranquila. A comemoração foi junto ao público. “Fiz uma boa prova. Consegui o resultado por conta de uma boa l argada. Quero continuar forte no campeonato. Infelizmente, não completei uma prova e tive problemas em outra, mas acho que ainda dá para brigar”, planejou o curitibano.

Marcello “Ratinho” não largou bem, mas depois conseguiu recuperar várias posições e terminou em sexto. Dudu Lima também teve problemas. Sofreu uma queda bem na largada e terminou em 12o.

MXJr – Thales Vilardi cumpriu seu objetivo em Sonora. Conquistou o primeiro lugar no pódio e retomou a liderança da categoria MXJr. O paulista largou em segundo lugar e logo assumiu a ponta. Depois disso, o piloto abriu uma grande vantagem e conseguiu administrá-la até o final. Hector Assunção e Gustavo Takahashi também fizeram uma boa corrida e colheram resultados positivos. Hector terminou em quarto e Takahashi em quinto.

O piloto do Team Honda ficou aliviado com a recuperção da liderança. “Foi um resultado ótimo. Com isso, retomei a liderança. Mas ainda preciso trabalhar até o final, porque não garanti o campeonato ainda”, analisou o paulista.

85cc – Everaldo Filho largou em primeiro lugar na categoria 85cc, no entanto, uma queda logo no início da prova atrapalhou os planos do goiano, que acabou com a quinta posição. Rodrigo “Lama” saiu em terceiro, assumiu a ponta e acelerou forte em busca da vitória. Cezar Zamboni, que ainda se recupera de lesão, chegou em terceiro. Apesar dos problemas durante a bateria, Everaldo fez uma prova de recuperação, ultrapassou muitos adversários e  subiu ao pódio.

A vitória confirmou a liderança de Rodrigo “Lama”. O piloto sergipano conseguiu abrir ainda mais a vantagem sobre seus adversários. “Foi uma boa prova para mim. Agora me distanciei ainda mais na liderança, mas isso não significa que vou ficar mais tranquilo. Faltam somente duas etapas e quero vencer nas duas ainda.”

Cezar Zamboni garantiu um bom resultado, mas sofreu um pouco com a falta de preparo, por conta do tempo que teve de ficar sem treinar por conta da lesão. “O terceiro lugar foi um bom resultado. Senti muito o cansaço, pois tive pouco tempo de preparação. Para a próxima etapa, quero estar mais em forma”, analisou o mato-grossense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *