Rally: Mãe e filha levam o título do 19.º Raid do Batom

Sandra Regina de Andrade e Marjorie de Andrade Ricciati, respectivamente mãe e filha, fizeram bonito nas trilhas de Ribeirão Pires e levaram o título do 19.º Raid do Batom, categoria feminina, neste final de semana. A dupla desbancou até mesmo as favoritas Helena Deyama e Andréa Quintal, que ficaram na quinta colocação, dando adeus ao pentacampeonato após a perda de um pneu na metade da prova.


A competição, que contou com 75 carros (30 na categoria feminina e 45 na mista) e 350 pessoas (entre participantes e organização), abriu o calendário 2006 do Jeep Clube do Brasil e foi realizado em comemoração ao Dia Internacional da Mulher.
 
“A prova foi muito boa e surpreendeu. Literalmente colocamos o pé na lama. A organização, planilha e definição das trilhas estavam perfeitas. Tinha de tudo um pouco e conseguimos aproveitar o máximo. Já fizemos quatro edições do Raid do Batom, mas realmente esse teve um gostinho especial porque foi a primeira vitória”, comemorou Sandra.
 
A única competição da modalidade no país voltada especialmente para o público feminino não decepcionou. O Raid do Batom foi aberto com o tradicional Concurso Dia da Mulher’, que premiou o carro mais bem decorado com o tema. Um Unimog fantasiado de bicho de pelúcia da piloto Débora Soares e suas cinco tripulantes  levou o prêmio e foi o grande destaque da festa.
 
O percurso de 60 quilômetros em mata fechada impressionou por seus obstáculos e `pegadinhas’. Diversas erosões e subidas com muita lama foram os principais desafios das pilotos. “Foi muito radical, fiquei até com um friozinho na barriga. Pensei que nem passaria no primeiro obstáculo, tive até de usar o guincho. É uma aventura inédita. Adorei a adrenalina”, comentou Cláudia Tielas, terceira colocada da categoria feminina com a navegadora Cristina Tielas.
 
Um pneu foi o grande vilão para a dupla Helena Deyama e Andréa Quintal. Na metade da competição, a roda se soltou do carro fazendo com que elas perdessem mais de 20 minutos para consertar o estrago. “Infelizmente, ali vi que não daria para disputarmos o primeiro lugar. Perdemos muito tempo para conseguir resgatar o pneu que caiu numa ladeira. Depois coloquei o pé no acelerador e fui embora tentando recuperar o tempo perdido. Nem imaginava que ainda conseguiríamos ficar em quinto. Foi uma surpresa”, disse Helena.
 
Os primeiros jipes começaram a chegar no Hotel Estância Pilar por volta das 15 horas. Uma grande festa com churrasco e atrações como rapel e escalada completaram de uma maneira diferente as comemorações do Dia da Mulher.
 
Classificação geral:
 
Categoria feminina
1.º) Sandra Regina de Andrade e Marjorie de Andrade Ricciati
2.º) Márcia Mary Ferreira e Maria Mantovi
3.º) Cláudia Tielas e Cristina Tielas
 
Categoria mista
1.º) Lufe Schueert e Flávia Rastacci
2.º) Anderson Jesus Camasão e Adriana Garcia Bruniera
3.º) Regina Célia Gavassa e Ricardo Gavassa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *