Rally: Paulo Nobre conquista o 3º lugar no primeiro dia de prova

Brasileiro, que tem como navegador o francês Alain Guehennec, tem bom começo em prova válida pela 6ª etapa do Campeonato Mundial de Rali Cross Country.


Teve início nesta terça-feira (3/10) no Egito o Rally dos Faraós, 6ª etapa do Campeonato Mundial de Rali Cross Country. Único representante brasileiro participando entre os carros, o piloto Paulo Nobre teve um bom início de prova e concluiu a especial que ligou as cidades de Cairo e Baharija na 3ª posição, com 17min48s de desvantagem para os russos Sergey Shmakov/Konstantin Meshcheryakov, os mais rápidos nesta primeira etapa. A segunda colocação ficou com o francês Yvan Muller, campeão britânico de turismo em 2003 e dez vezes vencedor do Troféu Andros – tradicional prova francesa disputada no gelo – e que agora se prepara para disputar o Rally Lisboa-Dakar 2007 ao lado do navegador Fabian Lurquin.

Para Nobre, também conhecido como Palmeirinha, o Rally dos Faraós também serve como preparatório para a próxima edição do Dakar, principalmente no que diz respeito a sua adaptação as dunas, embora o piloto reconheça que o dia de hoje não foi muito favorável para esse aprendizado. “O rali aqui é bem grande, quase 3.000 km sendo 2500 de especiais, porém o dia de hoje foi extremamente sem graça, não mediu quase nada a pilotagem nem a navegação. Foram quase 350 km de um retão no meio de um deserto de terra batida ou areia firme e de vez em quando cruzávamos uma dunazinha e outras vezes passávamos por ondulacões, mas nada de muito técnico. Deu saudades das especias do Sertões!”, disse o piloto que compete com uma BMW X5 preparada pela equipe New Dimension X-Raid.

“O Egito parece um lugar mágico, se respira historia no meio daquelas pirâmides, realizei um sonho tendo vindo correr aqui e conhecido esses monumentos todos”, falou Nobre sobre a experiência de largar para a especial de hoje em frente ao famoso cartão postal. Outra novidade que Palmeirina está enfrentando nesta prova é em relação a navegação. “Pela primeira vez estou correndo com um estrangeiro, o francês Alain Guehennec. Ele é muito gente boa e super experiente. Navegou para Pierre Lartigue, Ari Vatanen, Jacky Ickx, Michel Muton, Greguar De Mevius, Kalipha Al Mutawhei entre outros, e hoje é o navegador do Nasser Al Atthya, piloto da X-Raid. Infelizmente o Luis Palu, meu navegador brasileiro, teve problemas profissionais e não pode vir, mas esta sendo interessante escutar todas as informações em inglês. No começo é estranho, mas depois de uns 100 km vou me acostumando. Não tivemos momentos de stress ainda, que é super normal em provas como essa, aí vamos ver como é que vai rolar”, explicou.

Apesar do excelente resultado conquistado na primeira especial, Palmeirinha não se mostrou muito satisfeito com o desempenho da nova dupla formada por ele e Guehennec. “O resultado de hoje foi razoável. Fomos muito conservadores por vários motivos, principalmente por não ter entrosamento com o Alain ainda. Achamos melhor ir na boa para irmos nos afinando. Mas tomamos muito tempo do 1º colocado e só estamos em 3º porque nosso companheiro de equipe teve problemas mecânicos. Mas o principal motivo dessa prova é treinar nas dunas em ritmo de prova, então não vamos perder o foco”, concluiu.

Nesta quarta-feira, o Rally dos Faraós prevê a disputa de uma especial de 440 km, a mais longa da competição, entre as cidades de Baharija e Dakla. O brasileiro Jean Azevedo completou o dia de hoje na 6º posição na disputa entre as motos. Confira a classificação entre os carros na especial desta terça-feira:

1º Sergey Shmakov/ Konstantin Meshcheryakov (Buggy Zil), 3h00min33s
2º Yvan Muller/Fabian Lurquin (Pickup NOS), a 13min30s
3º Paulo Nobre/Alain Guehennec (BMW X5), a 17min48s
4º José Luis Monterde/Jean Marie Lurquin (BMW X5), a 23min36s
5º Jeromme Pelichet/Eugenie Decre (Bowler), a 34min15s
6º Aldo De Lorenzo/ Dario De Lorenzo (Mitsubishi Pajero), a 41min49s
7º Prisca Taruffi/Franco Picco (Nissan Pickup), a 42min54s
8º Dominique Housieaux/Jean Michel Polato (Mitsubishi Pajero), a 46min51s
9º Yehoshua Heyaman Raz/Hillel Segal (Mitsubishi Pajero), a 48min00s
10º Laurent Rosso/Joachim Negeubauer Rolf (Nissan Pathfinder), a 49min30s

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *