Rally: Piocerá larga nessa terça-feira de Teresina

A movimentação é intensa em Teresina, PI. As equipes do 22º Rally Piocerá já estão prontas e acertam os últimos detalhes para a largada da competição. A Reijers Rally Team explica as responsabilidades de piloto e navegador e conta o que acontece dentro do carro durante uma competição como essa.

Começa amanhã, dia 27 de janeiro, o 22º Rally Piocerá – um dos maiores eventos do País, que reúne as categorias Bikes, Motos, Quadriciclo, Carros 4×4 e VeloPiocerá. A largada será em Teresina, PI, e após quatro dias de prova e 1.200 quilômetros percorridos, terminará em Fortaleza, CE, no dia 31.

A Reijers Rally Team saiu de São Paulo e viajou cerca de 2.800 quilômetros para participar do certame. A equipe está inscrita no VeloPiocerá, modalidade cross-country. “Estamos animados. Eu, particularmente, vou estrear na competição e confesso que estou bastante ansioso. Segundo meu navegador, que já participou de outras edições, o nível técnico das especiais é excelente, e isso me deixa muito entusiasmado”, declarou o piloto Roberto Reijers.

No VeloPiocerá estão previstos 617 quilômetros de trechos cronometrados que apresentarão todos os tipos de obstáculos, como por exemplo, serras, areia, trilhas estreitas, buracos, grandes pedras e erosões, e tudo isso, sob sol forte, típico do Nordeste do Brasil. O objetivo é acelerar bastante e vence o time que fizer todo o percurso em menor tempo.

Mas a empreitada não é tão simples quanto parece. “Pisar fundo no acelerador não é o suficiente. É preciso dosar velocidade com técnica de pilotagem. Há diversos desafios naturais pelo caminho, que requerem muita experiência, pois se passarmos velozes por eles, certamente vamos danificar o carro e ficar quebrados pelo meio do caminho. Muitas vezes, é preciso diminuir bem a velocidade para transpor uma erosão, pedras grandes, por exemplo”, detalhou Reijers. “Mas também, não podemos parar diante de uma encrenca. É preciso ter raciocínio rápido para calcular o nível de dificuldade e assim, aplicar a velocidade e a manobra mais correta para aquele tipo de situação”, completou.

E para seguir pela rota certa, antecipando todos os contratempos, Reijers conta com a navegação de Rogério Almeida. “O piloto tem que confiar plenamente no navegador, pois está nas mãos dele o destino da prova. Nós recebemos no início do rali um livro de bordo com as indicações do trajeto, minha função é interpretar essas informações e passar ao piloto da forma mais rápida e clara possível. A todo o momento estou falando para ele: ‘dali tantos metros, vire a esquerda ou direita, travessia de rio, curva fechada, lombada etc”, explicou. “O entrosamento da dupla faz muita diferença no resultado final”, concluiu Almeida.

Amanhã acontece o prólogo que definirá a ordem de largada para o rali. A dupla que fizer o menor tempo larga na frente, e assim sucessivamente, conforme os tempos. O circuito fechado será montado ao lado do Teresina Shopping.

Na quarta-feira, às 8 horas começa a primeira especial. Os participantes seguirão em um percurso de 100 quilômetros entre Teresina e a cidade de Alto. A chegada será em Piripiri.

Confira toda a programação do VeloPiocerá. Mais informações sobre todo evento, nas quatro categorias, acesse www.piocera.com.br.

Dia 28 – Quarta-Feira: Teresina / Piripiri (PI)
Largada: Posto King – Petrobras- Av. Joao XXIII – 8:00h
Chegada: Hotel Fazenda Sete Cidades/ Parque Nacional de Sete Cidades -13:00h
Especial: 100 km – Circuito entre as cidades de Teresina  e  Altos

Dia 29 – Quinta-Feira: Piripiri / Parnaíba (PI)
Largada: Mirante da Santa  – 8:00h
Chegada: Praça de eventos – 15:00h
Especial: 150 km, entre as cidades de Piracuruca e Parnaíba

Dia 30 – Sexta-Feira: Parnaíba / Sobral (CE)
Largada: Praça de eventos – 8:00h
Chegada: Centro Poliesportivo Lagoa da Fazenda -15:00h
Especial: 150 km, entre as cidades de Parnaíba e Coreaú (CE)

Dia 31 – Sábado: Sobral / Caucaia (CE) – Praia do Cumbuco
Largada: Arco do Triunfo – 8:00h
Chegada: Praia do Cumbuco, Restaurante, Velas ao Vento – 15:00h
Especial: 150 km, entre as cidades de Forquilha e Tejuçuoca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *