Rally: Prova em JF foi a mais longa e difícil da temporada 2008 da Copa Mineira

A 4ª etapa da Copa Mineira de Rally de Regularidade foi uma verdadeira maratona. Foram seis horas de disputa, que passaram por trilhas de nível alto de dificuldades e com médias justas. Pilotos e navegadores tiveram muito trabalho para superar os obstáculos sem perder tempo.

O entrosamento entre piloto e navegador nunca foi tão essencial em uma disputa da Copa Mineira de Rally de Regularidade, como na 4ª etapa, realizada no dia 9 de agosto, em Juiz de Fora, MG.


 


Quarenta e oito duplas participaram do 1º Rally Juiz de Fora Off-Road, que teve 135 quilômetros, sendo 110 de navegação, que atravessaram as regiões de Linhares, Figueiras, Triqueda, Trilha do Roldão, Trilha da Fazenda do João Inhame, Coronel Pacheco e Subida de Santana. “Havia uma travessia de córrego com muito barro, seguida de subida íngreme e sinuosa, com grandes blocos de rocha, onde os pilotos tiveram que suar para manter a média”, descreveu um pouco da dificuldade, Marcílio Neves, que fez um dos PC’s – posto de controle – do certame.


 


Os off-roaders entraram para a corrida com a “faca nos dentes”, visto que a classificação geral da Copa está embolada e o vencedor abriria uma importante vantagem em cima dos concorrentes. Mas como havia sido avisado pelo diretor de prova, Wagner de Paula, o rali prometia muitas surpresas e dificuldades, e nenhum erro seria perdoado.


 


Desta forma, Névio Andreola e Breno Rezende mantiveram o equilíbrio e desbancaram os líderes da competição, Arildo Sacramento e Rodni Faria, que com uma diferença de 61 pontos, ocuparam a segunda posição da etapa. “A prova foi bem apertada, mesclando balaios técnicos e rápidos, com média de velocidade muito justas. Foi o tempo todo de atenção e aceleração”, descreveu Rezende. “O fator mais importante da nossa vitória foram os balaios, onde mantivemos a calma e não cometemos erros. Agora estamos mais próximos de brigar pelo título da temporada, e com certeza vamos dar trabalho”, salientou o navegador.


 


Na Máster, Anderson Magalhães e André Gurjão, também venceram com folga de 64 pontos, para Thiago Ribeiro e Fabrício da Silva. Na Sênior, os melhores foram Eduardo Neves e André Xavier, seguidos por Pedro Agrelle e Lobsang Max. Por fim, na Turismo, os primeiros colocados foram Leonardo Curvelo e Carolina Prates, com Renato Ferreira e David Pan, na seqüência.


 


Foram seis horas para cumprir todo o roteiro, que privilegiou as belas paisagens da região, atravessando rios, alternando trechos entre trilhas, estradas vicinais, erosões e caminhos pedregosos. “Essa etapa foi bem diferente do que os competidores estão acostumados a participar. Explorei trilhas abandonadas com diversos tipos de obstáculos. Concentração, habilidade e resistência das equipes e do equipamento foram essenciais. O mais importante foi que todos os envolvidos elogiaram o evento, não houve nenhum recurso e reclamação”, finalizou Wagner.


 


A 5ª etapa da Copa Mineira de Rally de Regularidade segue para São Gotardo, MG, nos dias 5 e 6 de setembro.


 


 


Classificação


 


Super Máster


 


1º  Névio Andreola/Breno Rezende, Belo Horizonte/Juiz de Fora, 153 pontos


2º  Arildo Sacramento/Rodnei Faria, Belo Horizonte, 214 pontos


3º  William Crosara/Paulo Saldanha, Belo Horizonte, 256 pontos


4º  Renato Martins/Cristiano Serpa, Belo Horizonte /Juiz de Fora, 264 pontos


5º  Fernando Lage/Marco Alvarenga, Belo Horizonte, 761 pontos


 


Máster


 


1º  Anderson Magalhães/André Gurjão, Pará de Minas/ Belo Horizonte, 60 pontos


2º  Thiago Ribeiro/Fabrício da Silva, Belo Horizonte /Juiz de Fora, 124 pontos


3º  Leonardo Maia/Alexandre Maia, Belo Horizonte, 139 pontos


4º  José Galan/Luis Pereira, Belo Horizonte, 142 pontos


5º  Carlos Gonçalves/Bruno Barbosa, Juiz de Fora, 216 pontos


 


Sênior


 


1º  Eduardo Neves/André elo Xavier, Belo Horizonte/Contagem, 63 pontos


2º  Pedro Agrelle/ Lobsang Max, Juiz de Fora, 99 pontos


3º  Leandro Dantas/ Guilherme Francisco, Coronel Fabriciano/Belo Horizonte, 206 pontos


4º  Anderson Soares/Maria Soares, Juiz de Fora, 207 pontos


5º  Gilberto Gonzáles/Maurício Queiroz, Pedro Toledo, 222 pontos


 


Turismo


 


1º  Leonardo Curvelo/Carolina Prates, Macaé,            21 pontos


2º  Renato Ferreira/David Pan, Belo Horizonte, 48 pontos


3º  Luiz Porto/Guilheme Ayres, Juiz de Fora, 50 pontos


4º  Guilherme Ziegler/Daniela Ziegler, Nova Lima, 97 pontos


5º  Adriana Barbosa/Alexandre Alvarenga, 178 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *