Rally: Rally dos Bandeirantes terá prova mais longa da Copa RallySP

Traçado preparado pela organização possui a maior especial do campeonato, e teve aprovação da Equipe X Rally Team.

Chega ao fim mais uma temporada da Copa RallySP Cross Country Baja. A última prova será disputada em rodada dupla, no próximo final de semana (26 a 28), na cidade de Taubaté, SP. Para o término da competição foram preparadas algumas modificações, entre elas as duas especiais mais longas já disputadas. Com experiência em competições, como o Rally dos Sertões, a configuração do 6º Rally dos Bandeirantes foi aprovado pela equipe X Rally Team.

Os dois Mitsubishi L200, das duplas Cristian Baumgart/Beco Andreotti e Marcos Baumgart/Kleber Cíncea já estão prontos para acelerar em mais um desafio. A prova prevê um total de 315 quilômetros entre o circuito e os deslocamentos. No sábado (27), serão duas especiais de 67 quilômetros cada, e no domingo mais duas especiais de 70 quilômetros, configurando a maior especial já realizada nas sete temporadas da competição.

“Infelizmente tivemos prejuízo nas duas últimas provas, então vamos em busca de um bom resultado que possa melhorar nossa classificação final, tanto na geral quanto na categoria Protótipos. Eu gosto de especiais longas, e acredito inclusive que esse seja nosso forte, temos bastante experiência em trechos rápidos e longos como o Sertões”, afirmou o piloto Cristian Baumgart.

“O carro está pronto, para Taubaté a única mudança será no freio, onde testaremos um equipamento novo. De resto está tudo igual, e será o mesmo carro que iremos participar do Rally dos Sertões e Paulista do ano que vem. Esta foi nossa primeira temporada com esse carro, então pudemos realizar alguns ajustes durante o ano, e agora ela já está no ponto”, completou Cristian.

Para o navegador Kleber Cíncea a equipe X Rally Team tem evoluído progressivamente. “A dupla, Marcos e Kleber está bem entrosada, sem maior dúvida após um Rally dos Sertões. Adquiri mais percepção da tocada dele e compartilhamos bem as informações da planilha e aparelhos utilizados por nós navegadores, com isso tudo fica mais fácil durante as provas. Trabalhamos o carro e assim o conjunto, navegador e piloto, ficou melhor. Desenvolvimento sempre a intenção é de crescer a performance sempre. Particularmente, tenho me dedicado a acompanhar a equipe com base na comparação de dados através de estatísticas e agora vamos ver qual será nossa diferença”, disse Cíncea.

Treino realizado Há três semanas foi bastante positivo. “Testamos ajustes de suspensão e demais itens de preparação do carro. Fizemos com bastante empenho a lição de casa para Taubaté, por isso a expectativa é de baixarmos nossos tempos, independente de qual posição nós venhamos a conseguir. Se tudo correr dentro da normalidade poderemos ter o retorno de todo nosso esforço”, finalizou o navegador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *