Rally: Sainz atropela co-piloto de rival em rali europeu

O piloto espanhol Carlos Sainz atropelou acidentalmente o francês Pascal Maimon – navegador do japonês Hiroshi Masuoka – durante a terceira etapa do Rally da Europa Central, competição organizada pela Dakar Series na Romênia e Hungria.

O co-piloto francês estava trocando um pneu furado de sua Mitsubishi, quando o Volkswagen do bicampeão mundial de rali apontou na estrada enlamaçada pelas chuvas fortes e o atingiu de leve.


Maimon ainda conseguiu chegar até um ponto de assistência e seguiu ao hospital para realizar radiografias. Apenas uma fratura foi constatada e o francês voltou ao acampamento com a perna direita imobilizada.


Posteriormente, o experiente piloto espanhol pediu desculpas a Maimon e disse que não tinha percebido o acidente. “Não sei como aconteceu, passei ao seu lado a dois por hora, a velocidade de pedestre. Não podia ir mais depressa e não me dei conta de nada. Ele deve ter se mexido, não ouviu o barulho do motor e acho que o atingi”, explicou.


Sainz afirmou que teve problemas desde o início do percurso. “Foi tudo errado. Primeiro o limpador de párabrisa falhou e eu não conseguia ver nada com a chuva. Depois tive problemas na caixa de câmbio e fiz 50km em segunda marcha. Aí aconteceu o acidente com Maimon”, relatou.


Na última segunda-feira, o caminhão brasileiro pilotado por André Azevedo também teve problemas e passou por apuros em trecho na Romênia. Azevedo brincou e disse que os acidentes se devem à “Maldição do Drácula”.


O sul-africano Giniel de Villiers foi o vencedor da terceira etapa da competição, na categoria carros, liderada pelo francês Stephane Peterhansel.
 
Fonte: Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *