Rally: Super Prime é a grande novidade do Rally

Já está definida a programação do Rally do Sol, a segunda etapa do Campeonato Paulista de Cross Country, que será disputada sábado na região entre as cidades de Franca e Patrocínio Paulista. A novidade desta etapa é a inclusão de um “Super Prime”, uma prova especial disputada em circuito fechado montado no trevo de entrada para Patrocínio Paulista na rodovia Ronan Rocha, com o resultado valendo para a classificação final da prova, que é feita pelo tempo acumulado. Muito comum em provas de nível internacional, o conceito ainda é pouco conhecido no Brasil, mas já foi aprovado pela maioria dos pilotos que disputam o certame, como o líder do campeonato, o paranaense Maurício Neves.

“A disputa do Super Prime vai permitir que o público veja o rally com mais conforto e possa comparar pilotos e carros de uma maneira direta. Como se trata de uma prova rápida vai ser muito emocionante para todos os envolvidos. São iniciativas assim que nos convenceram a participar da maioria do campeonato paulista.”

O curitibano Neves disputou a primeira etapa, em Pinda, em fase de experiência, mas a vitória nessa prova e o retorno promocional obtido no Paulista de Cross Country fizeram com que sua equipe, a Pro Macchina, do Paraná, optasse por disputar todas a temporada de São Paulo. Um dos principais rivais de Neves, o paulista Edu Piano – que disputa o torneio a bordo de uma Ford Ranger -, também aprovou a idéia de oferecer ao público a possibilidade de acompanhar uma prova especial mais de perto:

“Essa aproximação é muito importante para trazer mais público para o rally e merece todo o apoio dos pilotos e equipes.”

André Azevedo, piloto com larga experiência internacional graças às suas várias participações no Rally Dakar, também não poupa elogios ao novo formato dos rallys do Paulista de Cross Country:

“Vai ser uma festa. O Super Prime vai permitir ao público comparar a habilidade dos pilotos e, principalmente, o desempenho de veículos que, em muitos casos, estão disponíveis nas lojas”.

Deco Muniz, diretor da RallySP, empresa responsável pela organização do campeonato, explicou que aprovação dos pilotos é importante para o sucesso do Super Prime e admite esse formato poderá ser usado em outras etapas da temporada:

“A nossa proposta é oferecer novas possibilidades de promover o Cross Country entre os pilotos e junto ao público. O Super Prime de Patrocínio Paulista será disputada em uma pista de pelo menos dois quilômetros e com uma infra-estrutura de conforto e apoio aos torcedores. Em função dos resultados que obtivermos nesta experiência essa atração poderá ser incluída em outras etapas sempre que pudermos oferecer esse espetáculo com segurança.”

Na pista de Patrocínio Paulista, montado ao lado do posto Mário Roberto, os concorrentes largarão dois a dois em pistas paralelas, invertendo a posição no meio do percurso. O tempo registrado por cada concorrente será somado ao acumulado nas três provas especiais disputadas na Fazenda Colorado, cada uma delas com 37 quilômetros, e o resultado indicará o resultado do Rally do Sol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *