SBK Series: Danilo Andric vence a terceira e Bruno Corano assume a liderança do SBK Series

Em uma corrida eletrizante, com alternância na liderança e brigas por posição até a última volta, Danilo Andric conquistou a terceira vitória consecutiva do SuperBike Series, neste domingo, 01, no autódromo José Carlos Pace, em São Paulo. As 17 voltas do Pirelli Mobil SBK foram marcadas pelo equilíbrio.

De acordo com Andric, essa foi uma das vitórias mais apertadas da temporada. “A definição da prova só se deu na linha de chegada. Agora, estou com uma moto nova e ainda estamos acertando alguns detalhes”, afirmou o piloto da Limited Motorsports.

Na largada, Alecsandre “Doca”, da equipe Bardahl, assumiu a primeira posição. No entanto, sucessivos erros e uma queda na volta final colocaram-no apenas na décima posição. Em uma corrida mais regular, Bruno Corano, da TNT Suzuki Maxima, que estava com febre e dores no corpo, travou uma bela disputa com Andric até a última curva.

Mesmo com a segunda colocação, Corano, pela regularidade no campeonato, assumiu a liderança do SBK Series. “Fiz uma boa corrida, principalmente por não estar no melhor da minha condição física, e fico contente pela liderança. Agora, é trabalhar para manter a ponta”, comemora.

Evoluindo a cada corrida, Alan Douglas, da Limited Motosport, conseguiu uma ótima terceira posição, além da volta mais rápida. Logo atrás, Heber Pedrosa, depois de brigar muito, manteve sua posição de largada, finalizando a prova em quarto. Pedrosa lidera o Pirelli Mobil SBK.

Depois do sério acidente na última etapa do SBK Series, válida pela primeira etapa do TNT SBK, José Luiz “Cachorrão” se recuperou e voltou muito bem. O piloto da Cachorrão Racing terminou a corrida na quinta colocação. “Superei as adversidades e mesmo correndo com a moto do ano passado alcancei meu objetivo que era ficar entre os cinco primeiros”, festeja.
 

A próxima etapa do campeonato será a primeira neste ano a acontecer fora da cidade de São Paulo. Em 22 de Maio, Curitiba receberá a segunda etapa do TNT SBK e a quarta da SuperBike Series.

Master

Ricardo Gornati foi o melhor entre os pilotos da Master. Paulo Amaral Gabriel, o Paulinho, da TNT Suzuki Maxima, chegou logo atrás. A disputa na categoria é uma das mais acirradas, com Gornati e “Paulinho” brigando ponto a ponto pela categoria. Marcelo Borja, da Cadco S/A, cruzou em terceiro.

Estreantes

Entre os estreantes na categoria Pro, Diego Pretel, da Pretel Racing, conseguiu a sexta posição geral e a primeira entre os novatos. Logo atrás, Ricardo Pelosini, da Boi Racing, cruzou a linha de chegada em sétimo no geral e em segundo na sua categoria. Mauro Thomassini, da Silverado Motom, perdeu uma posição em relação a  largada e chegou em terceiro. Fecharam o pódio, Josivaldo Gomes, o “Wado”, e José Ricardo Albuquerque.

SBK Pro Am

Na categoria SBK Pro Am, Fábio Adas, da Original Motorcycles, fez valer o favoritismo e chegou na frente. Ivan Gouvea, da TNT Suzuki Maxima, manteve a segunda posição. Gustavo Herrera, o “Billy”, da Dyno Mania, fez uma ótima corrida de recuperação e cruzou em terceiro. José Ricardo Albuquerque, da Belmar Transporte, e Michel Dacar, da Race One, completaram o pódio.

Copa Ninja

Entre os participantes da Copa Ninja, Maurício Prado, da Lalo Motor, realizou uma ótima corrida e alcançou a vitória. André Paiato, da Contabilidade Cosel, conseguiu se recuperar e chegou em segundo. Denisio Casarini, Matheus Oliveira e Wiliam da Costa também subiram ao pódio. O resultado permanece sub judice.

SBK Pro Am Ligth e Stock

De ponta a ponta, “Juãozinho” conseguiu a vitória na categoria SBK Pro Am Ligth. Disputada até a última volta, Nickolas Conde ainda tentou a ultrapassagem nas últimas voltas, mas acabou mesmo em segundo. Subiram também ao pódio Anderson Rodrigo, Edson Vander e Wellington Marcos.

600cc

Em uma corrida com muitas quedas devido a chuva, Wesley Gutierez, da Alemão Pneus, conquistou sua primeira vitória no campeonato. Ricieri Luvizotto chegou em segundo pouco a frente de Eduardo Costa, o Dudu. Pedro Gonçalves, o “Vacão”, e Rodrigo de Castro cruzaram a bandeira quadriculada em quarto e quinto respectivamente.

Equipamento

Os pneus utilizados na SBK Series são o Diablo SuperCorsa nas motos das categorias de 1.000cc e 600cc SuperSport; o Diablo Corsa III para a 600cc Naked e o MT 75 para as categorias de 250cc.

O Diablo SuperCorsa é o mesmo equipamento utilizado no Campeonato Mundial de Superbike (WSBK) e traz alta tecnologia desenvolvida a partir da experiência adquirida pela Pirelli nas pistas desta competição, que garante aos pilotos grande dirigibilidade, maior controle, repostas rápidas e segurança.

O Diablo SuperCorsa suporta velocidades superiores a 320 Km/h e assegura frenagens mais precisas e equilíbrio nas entradas de curva em alta velocidade. Os compostos inovadores proporcionam rápido aquecimento e maior aderência.

Informações

Confira mais informações sobre a programação, notícias e resultados pelo site do evento www.superbike.com.br e nas mídias sociais do SuperBike Series Brasil no Twitter (@superbikebrasil) e no Facebook.
O SuperBike Series Brasil tem a realização da MotoSchool. Patrocínio de TNT Energy Drink, Pirelli, Mobil, Kawasaki, Alemão Pneus, Dia-Frag, Alpinestars, Brembo, Shark. Apoio da Prefeitura da Cidade de São Paulo, São Paulo Turismo e ESPN Brasil.

Chegada da SBK Pro:

1 – Danilo Andric
2 – Bruno Corano
3 – Alan Douglas
4 – Heber Pedrosa
5 – Cachorrão
6 – Diego Pretel
7 – Ricardo Pelosini
8 – Fábio Adas
9 – Mauro Thomassini
10 – Alecsandre “Doca”
11 – Ivan Gouveia
12 – Gustavo Herrera

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *