Seat Leon Supercopa: Marcello Thomaz novamente na zona de pontuação

Em Oschersleben brasileiro sofreu com a baixa performance dos carros da equipe T.A.C. X-Synrg.

O brasileiro Marcello Thomaz voltou a pontuar na Seat Leon Supercopa na Alemanha. No último final de semana, Marcello participou da segunda rodada do campeonato disputada em Oschersleben e alcançou a 9ª e a 11ª colocações nas duas provas realizadas. Apesar de pontuar em todas as provas neste seu ano de estréia nas disputas de carros de turismo, Thomaz não ficou satisfeito com os resultados obtidos nesta segunda rodada em particular.

Os problemas para o brasileiro começaram ainda nos treinos livres, quando teve seu carro atingido por uma celebridade alemã que disputava a etapa no carro destinado aos convidados “Vips” da organização. “Quando as coisas começam errado é difícil terminar diferente. No treino fui passar um convidado da Seat que correu esta etapa, mas o cara não me viu, fechou a porta e batemos, estragando bastante a frente do carro”, disse Marcello. No treino classificatório, o acerto utilizado pela equipe T.A.C X-Synrg não se mostrou eficiente e Marcello largou na 14ª colocação.

“Na prova de sábado tomei um pouco de cuidado de largada, pois mudaram a primeira curva em Oschersleben, que ficou ainda mais estreita e perdi duas posições. Durante a corrida o carro se mostrou mais equilibrado e fiz uma corrida bem legal, fazendo várias ultrapassagens, inclusive nos meus companheiros de equipe e terminei a prova na 9ª colocação”, explicou Thomaz.

Com o desempenho mostrado na primeira corrida, o brasileiro acreditava que poderia ter uma prova ainda melhor no domingo, mas não isso que aconteceu. Com a performance do carro ficando parecida com a do treino classificatório e somado um problema na bomba de combustível, Marcello ficou na 11ª posição. “A corrida de domingo foi terrível, o carro saía de frente, saía de traseira, sem equilibrio nenhum. E para ajudar a bomba de combustível deu problema, fazendo com que o motor falhasse. Foi uma pena, pois sinto que estou cada vez mais adaptado ao carro e que já dá para brigar pelas primeiras posições tranquilamente, mas a equipe não ajudou muito nesta etapa. Já sei também que termos uma reunião da equipe com todos os pilotos esta semana para tentar entender o que aconteceu em Oschersleben e espero que depois disso as coisas melhorem”, contou Marcello.

A próxima etapa da Seat Leon Supercopa está marcada para o circuito Eurospeedway, em Lausitz, nos dias 19 e 20 de maio.

Os resultados das provas em Oschersleben foram:

1ª corrida
1º Nicki Thiim (Dinamarca), 18 voltas em 29min55s938
2º Marin Colak (Cróacia), a 0s996
3º Damian Sawicki (Polônia), a 3s172
4º Sebastian Asch (Alemanha), a 3s720
5º Thomas Marschall (Alemanha), a 5s257
9º Marcello Thomaz (Brasil), a 17s740

2ª corrida
1º Philipp Leisen (Alemanha), 18 voltas em 29min57s465
2º Marcus Steinel (Alemanha), a 1s914
3º Thomas Marschall (Alemanha), a 2s315
4º Nicki Thiin (Dinamarca), a 3s568
5º Sebastian Asch (Alemanha), a 4s103
11º Marcello Thomaz (Brasil), a 12s107

Campeonato após quatro provas:
1º Sebastian Asch, 55 pontos
2º Thomas Marschall, 46
3º Philipp Leisen, 44
4º Marcus Steinel, 43
5º Damian Sawicki, 37
11º Marcello Thomaz, 15 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *