SL Fórmula: Anderlecht assume a liderança do campeonato

O Anderlecht, com o italiano David Rigon, assumiu a liderança do campeonato, após a disputa neste domingo (19/09), da 9ª etapa da temporada, no Autódromo do Algarve em Portugal.

Prova 1:

O australiano John Martin, do Beijing Guoan, venceu a primeira prova. Rigon terminou em 2º, seguido pelo português Álvaro Parente, do Porto.

Pole-position, Rigon manteve a ponta na largada, abrindo uma pequena vantagem sobre Rigon antes dos pit stops obrigatórios. A dupla entrou junta nos boxes, na 10ª volta, mantendo as posições após todas as paradas.

Sem problemas até o final, Martin venceu com 1s1 de vantagem sobre Rigon. Parente terminou em 3º. Depois de perder posições devido a um pit stop lento, o português se recuperou, ganhando o terceiro lugar com as punições ao espanhol Andy Soucek, do Galatasaray e o holandês Yelmer Buurman, do Milan.

Soucek e Buurman levaram um drive-though por não respeitarem os limites da pista, enquanto lutavam pelo terceiro lugar.

O francês Frederic Vervisch, do Liverpool, foi o 4º, seguido pelo britânico Craig Dolby, do Tottenham Hotspur. O holandês Robert Doornbos, do Corinthians, fechou os seis primeiros. O britânico Duncan Tappy, do Flamengo, terminou na 8ª posição, após errar e perder tempo no começo da prova.

Com o segundo lugar o Anderlecht assumiu a liderança do campeonato, um ponto à frente do Tottenham, 550 a 551.  O Milan caiu para 3º.

Final, prova 1:

1.  John Martin Beijing Guoan 45m37s236
2.  Davide Rigon RSC Anderlecht  + 1s174
3.  Alvaro Parente FC Porto + 19s488
4.  Frederic Vervisch Liverpool FC + 21s957
5.  Craig Dolby Tottenham Hotspur + 29s944
6.  Robert Doornbos Corinthians + 31s212
7.  Max Wissel FC Basel + 32s121
8.  Duncan Tappy Flamengo  + 39s813
9.  Andy Soucek Galatasaray + 40s837
10.  Yelmer Buurman AC Milan + 41s091
11.  Tristan Gommendy  Olympique Lyonnais + 44s419
12.  Marcos Martinez   Sevilla FC + 1m12s937
13.  Julien Jousse AS Roma + 1m15s060
14.  Neel Jani Olympiacos + 1m15.318
15.  Maxi Cortes Sporting + 1m35s479

Abandonos:

Hywel Lloyd PSV Eindhoven 26 voltas
Maria de Villota Atletico de Madrid 2 voltas
Celso Miguez Girondins 1 volta

Prova 2:

O estreante suíço Neel Jani, substituindo o acidentado neozelandês Chris van der Drift no Olympiacos, venceu a segunda prova, seguido pelo francês Tristan Gommendy, do   Olympique Lyonnais. Doornbos completou o pódio.

Jani assumiu a ponta na primeira curva, após a confusa largada lançada, na qual aparentemente diversos carros queimaram a partida. O ex-campeão da A1 GP abriu uma confortável vantagem nas voltas seguintes, vencendo com 9s3 de vantagem sobre Gommendy. Doornbos, em 3º, garantiu a pole para a Superfinal, por ter sido o que mais somou pontos nas duas provas.

O alemão Max Wissel, do Basel, foi o 4º, seguido por Soucek e Vervisch. Rigon terminou em 9º.

Dolby e Buurman tiveram problemas logo no começo da prova. O britânico perdeu a asa dianteira na confusão das primeiras curvas, enquanto o holandês deu um passeio na grama, na primeira volta, para evitar bater no espanhol Celso Miguez, do Girondins Bordeaux, que rodou a sua frente. Buurman retornou em 11º, abandonando na 8ª volta, com problemas de câmbio. 

Final, prova 2:

1.  Neel Jani Olympiacos 46m00s710
2.  Tristan Gommendy Olympique Lyonnais + 9s385
3.  Robert Doornbos Corinthians + 11s448
4.  Max Wissel FC Basel + 14s223
5.  Andy Soucek Galatasaray + 17s657
6.  Frederic Vervisch  Liverpool FC + 24s399
7.  Duncan Tappy Flamengo + 31s154
8.  Hywel Lloyd PSV Eindhoven + 39s110
9.  Davide Rigon RSC Anderlecht + 41s007
10.  Julien Jousse  AS Roma + 43s898
11.  John Martin Beijing Guoan + 1m04s662
12.  Maria de Villota  Atletico de Madrid + 1m09s075
13.  Craig Dolby Tottenham Hotspur + 1 volta

Abandonos:

Celso Miguez Girondins 12 voltas
Maximo Cortes Sporting  9 voltas
Yelmer Buurman  AC Milan  8 voltas
Alvaro Parente FC Porto 8 voltas
Marcos Martinez Sevilla FC 6 voltas

Superfinal:

Vervisch venceu a Superfinal, levando o premio de Cem mil Euros. Rigon foi o 2º, seguido por Martin.

Saindo da 4ª posição do grid, Vervish fez uma grande largada, assumindo a
ponta na primeira curva, seguido por Rigon e Martin. O pole Doornbos e
Gommendy se tocaram na primeira curva, com ambos abandonando. Com as
bandeiras amarelas agitadas Martin passou Rigon, que rapidamente
reclamou balançando um dedo.

No começo da última volta Martin ultrapassou Vervisch, mas pouco depois,
com ordens do pitwall, devolveu as posições para Vervisch e Rigon.

Martin, um dos que mais sofreu com o forte calor, caiu na entrada da
garagem. Recebendo assistência médica, o australiano não compareceu o
pódio.

O Anderlecht é o novo líder com 576 pontos. O Tottenham é o 2º com 562,
seguido pelo Basel com 537. O Milan caiu para 4º com 533. O Flamengo com
464 é o 6º, com o Corinthians em 11º com 341.

A próxima acontece em Ordos, na China, entre os dias 02 e 03 de outubro. 

Final, Superfinal:

1.  Frederic Vervisch Liverpool FC 7m50s206
2.  Davide Rigon RSC Anderlecht  + 0s471
3.  John Martin Beijing Guoan + 0s940
4.  Max Wissel FC Basel + 9s175

Abandonos:

Robert Doornbos Corinthians  0 voltas
Tristan Gommendy Olympique Lyonnais  0 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *