SL Fórmula: Milan diminui diferença para Tottenham Hotspur

Após a disputa no domingo (27/06), da 5ª etapa da temporada, em Nürburgring, na Alemanha, o Tottenham Hotspur, com o inglês Craig Dolby, viu a sua vantagem na liderança do campeonato sobre o Milan AC, com o holandês Yelmer Buurman, cair para apenas 30 pontos. Buurman venceu a primeira prova, com o português Álvaro Parente, do FC Porto, vencendo a segunda prova. O neozelandês Chris van der Drift, do Olympiacos, venceu a Super Final.

Prova 1:

Buurman aproveitou a má largada dos ponteiros para assumir a liderança, seguido pelo italiano David Rigon, do RSC Anderlecht que também passou o pole-position, o francês Julien Jousse, do AS Roma. Segundo no grid, o holandês Robert Doornbos, do Corinthians, caiu para 6º.

Buurman esperou uma volta a mais do que a maioria para fazer o seu pit stop obrigatório, com Rigon colando em sua traseira. Após se livrar da espanhola Maria de Villota, do Atlético de Madrid, que era retardatária, o holandês voltou a abrir vantagem vencendo com 7s7 de frente sobre Rigon. Foi a terceira vitória de Buurman no ano. Com um pit stop perfeito, van der Drift assumiu a 3ª posição, à frente do francês Frank Perera, do Flamengo.

Jousse foi o 5º, seguido pelo inglês James Walker, do Liverpool FC. Doornbos terminou em 7º. Dolby, em 10º, somou 18 pontos, perdendo 32 dos 60 que tinha de vantagem sobre Buurman no campeonato.

Com o grid totalmente invertido para a segunda prova, o irlandês John Martin, do Beijing Guoan, que não largou devido a um problema nas rodas traseiras durante o warm-up, garantiu a pole, seguido por Parente, que abandonou na 12ª volta.

Final, prova 1:

1.  Yelmer Buurman AC Milan  46m36s469
2.  Davide Rigon RSC Anderlecht + 7s724
3.  Chris van der Drift Olympiacos + 11s562
4.  Franck Perera Flamengo + 13s958
5.  Julien Jousse  AS Roma + 33s766
6.  James Walker Liverpool FC + 34s291
7.  Robert Doornbos Corinthians + 34s961
8.  Max Wissel FC Basel + 35s410
9.  Tristan Gommendy Galatasaray + 36s045
10.  Craig Dolby Tottenham Hotspur + 47s015
11   Marcos Martinez  Sevilla FC + 53s273
12.  Borja Garcia Sporting Clube de Portugal  + 1m02s313
13   Narain Karthikeyan  PSV Eindhoven  + 1m19s568
14   Sebastien Bourdais Olympique Lyonnais  +  1 volta
15.  Franck Montagny Girondins de Bordeaux +  1 volta

Abandonos:

Maria de Villota Atletico de Madrid  15 voltas
Alvaro Parente  FC Porto 12 voltas
John Martin Beijing Guoan 0 volta

Prova 2:

Segundo no grid, Parente assumiu a liderança na largada, abrindo 2s7 de vantagem sobre o francês Franck Montagny, do Girondins de Bordeaux, antes do inicio dos pit stops obrigatórios. O português manteve a frente após a parada para troca de pneus.

Nas voltas finais Monatagny começou a diminuir a diferença, que caiu para menos de um segundo a quatro voltas da bandeirada. Com ambos usando o push-to-pass Parente cruzou a linha final com 0s8 de vantagem. O francês Tristan Gommendy , do Galatasaray, completou o pódio.

De Villota, em 4º conquistou o seu melhor resultado na categoria. O alemão Max Wissel, do Basel, e Dolby, fecharam os seis primeiros. Buurman foi o 7º, seguido por Perera e Doornbos.

O Tottenham lidera o campeonato com 370 pontos, trinta a mais do que o AC Milan. O Baeel é o 3º com 297. O Flamengo, com 248, é o 6º, com o Corinthians na 12ª posição com 172 pontos.

Final, prova 2:

1.  Alvaro Parente FC Porto 45m03s.384
2.  Franck Montagny Girondins de Bordeaux + 0s826
3.  Tristan Gommendy Galatasaray  + 5s515
4.  Maria de Villota Atletico de Madrid  + 29s875
5.  Max Wissel FC Basel + 30s517
6.  Craig Dolby Tottenham Hotspur  + 38s710
7.  Borja Garcia  Sporting Clube de Portugal  + 42s656
8.  Yelmer Buurman  AC Milan + 43s195
 9.  Franck Perera Flamengo + 43s887
10.  Robert Doornbos Corinthians + 44s486
11.  Chris van der Drift  Olympiacos  + 47s536
12.  Davide Rigon RSC Anderlecht + 51s259
13.  Marcos Martinez  Sevilla FC  + 1m03s426
14.  Julien Jousse AS Roma  + 1 volta
15.  John Martin Beijing Guoan  + 3 voltas
16.  Narain Karthikeyan   PSV Eindhoven + 3 voltas

Abandonos:

Sebastien Bourdais Olympique Lyonnais 15 voltas
James Walker Liverpool FC 1 volta

Super Final:

Na largada para Super Final, de apenas cinco voltas, van der Drift ultrapassou os dois primeiros do grid, Buurman  e Gommendy, assumindo a liderança. Rigon, saindo da 4º posição do grid, ainda pressionou o neozelandês no começo, contudo logo van der Drift abriu vantagem vencendo com 5s8 de frente. Pela segunda vez consecutiva o time grego faturou o premio de €100, 000 oferecido ao vencedor da Super Final.

Buurman foi o 3º .Wissel terminou em 4,º seguido por Gommendy. Perera não largou.

A próxima etapa em, Zolder, na Bélgica, acontece no dia 18 de julho.

Final, Super Final:

1.  Chris van der Drift  Olympiacos 8m57s984
2.  Davide Rigon  RSC Anderlecht + 5s807
3.  Yelmer Buurman  AC Milan + 8s462
4.  Max Wissel FC Basel  + 16s488
5.  Tristan Gommendy Galatasaray + 34s273

Abandonos:

Franck Perera Flamengo 0 volta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *