SL Fórmula: Tottenham Hotspur mantém liderança após prova em Assen

O inglês Tottenham Hotspur, com o inglês Craig Dolby, manteve a liderança do campeonato, após a segunda etapa da temporada, disputada neste domingo (16/05), em Assen, na Holanda. O italiano David Rigon, do belga RSC Anderlecht, e o neozelandês Chris van der Drift, do grego Olympiacos, foram os vencedores das provas.

Prova 1:

Pole-position Rigon venceu de ponta a ponta a primeira prova, seguido pelo francês Franck Perera, do brasileiro Flamengo. O alemão Max Wissel, do suíço Basel, completou o pódio.

Rigon tinha apenas um segundo de vantagem sobre o francês Franck Montagny, do francês Girondins de Bordeaux, quando os dois entraram juntos nos boxes, na 12ª volta, para o pit stop obrigatório.

Com problemas mecânicos Montagny abandonou a prova na 15ª volta, deixando Perera na segunda posição. Nono no grid, Wissel fez uma grande prova, conquistando o 3º lugar.

O francês Julien Jousse, do italiano AS Roma, foi o 4º, seguido pelo holandês Yelmer Buurman, do italiano AC Milan. O inglês James Walker, do atual campeão o inglês Liverpool, fechou os seis primeiros, após passar Dolby na 19ª volta.

O holandês Robert Doonbos, do brasileiro Corinthians, terminou em 9º.

O francês Sébastien Bourdais, do francês Olympique Lyonnais, abandonou na 1ª volta, após ser tocado pelo português Alvaro Parente, do FC Porto. Van der Drift abandonou, com problemas de câmbio, na 7ª volta.

Final, prova 1:

1. Davide Rigon RSC Anderlecht 31 voltas em 45m02s776
2. Franck Perera Flamengo + 2.643
3. Max Wissel FC Basel + 4s602
4. Julien Jousse AS Roma + 9s155
5. Yelmer Buurman AC Milan + 11s074
6. James Walker Liverpool FC + 28s849
7. Craig Dolby Tottenham Hotspur + 34s323
8. Tristan Gommendy Galatasaray + 34s688
9.  Robert Doornbos Corinthians + 44s095
10. John Martin Beijing Guoan + 1m20s329
11. Alvaro Parente FC Porto + 2 voltas
12. Marcos Martinez Sevilla FC + 2 voltas

Abandonos:

Narain Karthikeyan PSV Eindhoven 24 voltas
Franck Montagny Girondins de Bordeaux 14 voltas
Chris van der Drift Olympiacos 7 voltas
Maria de Villota Atlético de Madrid 5 voltas
Sebastien Bourdais Olympique Lyonnais 1 voltas
Borja Garcia Sporting Lisboa 0 volta

Prova 2:

Van der Drift venceu a segunda prova com Dolby e Montagny completando o pódio.

Com o grid reverso o espanhol Borja Garcia, do português Sporting Lisboa, alinhou na pole-position.

Na rodada de pit stops o Olympiacos recolocou van der Drif rapidamente de volta a pista,com o neozelandês assumindo a liderança com cinco segundos de vantagem sobre Garcia.

Dolby e Garcia começaram uma batalha pelo segundo lugar, com o inglês conseguindo a ultrapassagem na metade da prova.

O líder do campeonato ainda tentou se aproximar de van der Drift, que cruzou a linha de chegada com 2s4 de vantagem. Mesmo com outro pit stop lento, Montagny foi o 3º.

O espanhol Marcos Martinez, do espanhol Sevilla FC, chegou em 4º, seguido por Garcia e Walker.

Perera terminou em 11º. Doornbos abandonou logo na largada, após se envolver em, um toque com o australiano John Martin, do chinês Beijing Guoan, e o francês Tristan Gommendy, do turco Galatasaray.

Bourdais não largou, com problemas de câmbio.

O Tottenham lidera o campeonato com 168 pontos. O Basel, com 120 é o 2º, seguido pelo Flamengo, com 116.

Final, 2ª prova:

1. Chris van der Drift Olympiacos 31voltas em 45m21s763
2. Craig Dolby Tottenham Hotspur + 2s457
3. Franck Montagny Girondins de Bordeaux + 11s395
4. Marcos Martinez Sevilla FC + 17s578
5. Borja Garcia Sporting Lisboa + 20s330
6. James Walker Liverpool FC + 21s522
7. Yelmer Buurman AC Milan + 24s433
8. Tristan Gommendy Galatasaray + 25s273
9. Narain Karthikeyan PSV Eindhoven + 33s683
10. Davide Rigon RSC Anderlecht + 37s804
11. Franck Perera Flamengo + 38s858
12. Julien Jousse AS Roma + 44s914
13. Max Wissel FC Basel + 50s714
14. Maria de Villota Atlético de Madrid + 1 volta

Abandonos:

Robert Doornbos Corinthians 0 volta
Alvaro Parente FC Porto 0 volta
John Martin Beijing Guoan 0 volta
Sebastien Bourdais Olympique Lyonnais 0 volta

Superfinal:

Rigon venceu de ponta a ponta a Superfinal, com sua equipe faturando o prêmio de cem mil Euros. Dolby foi o 2º, depois de um intenso duelo com Buurman, com os dois trocando de posição diversas vezes.

Walker terminou em 4º, seguido por wisell e Perera, que teve problemas no motor.

Final, superfinal:

1. Davide Rigon RSC Anderlecht 5 voltas em 7m16s174
2. Craig Dolby Tottenham Hotspur + 0s627
3. Yelmer Buurman AC Milan + 1s521
4. James Walker Liverpool FC + 3s153
5. Max Wissel FC Basel + 3s742
6. Franck Perera Flamengo + 7s499

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *