WTCC: Robert Huff e Andy Priaulx vencem em Brno

Os ingleses Robert Huff (Chevrolet Cruze) e Andy Priaulx (BMW 320si) foram os vencedores da 7ª etapa da temporada, disputada no domingo (01/08), em Brno, na República Tcheca.

Prova 1:

Huff venceu pela primeira vez no ano, com o italiano Gabriele Tarquini (SEAT Leon TDI) em 2º, e o suíço Alain Menu, parceiro de equipe de Huff, completando o pódio.

Pole-position Huff manteve a ponta na largada lançada, se defendendo do ataque de Tarquini na primeira curva. Logo na primeira volta um múltiplo acidente eliminou da prova os SEAT do espanhol Jordi Gené e do holandês Tom Coronel, com o Safety-Car sendo acionado. Priaulx, o dinamarquês Kristian Poulsen (BMW 320si) e o suíço Fredy Barth (SEAT Leon TDI), continuaram na prova, mesmo com seus carros danificados.

Na relargada, na 3ª volta, o inglês Colin Turkington e o húngaro Norbert Michelisz (SEAT Leon TDI) se tocaram na curva 1, com o piloto da SEAT abandonando. Turkington passou reto, acertando o francês Yvan Muller (Chevrolet Cruze), que lidera o campeonato. O inglês continuou na prova, com a dianteira esquerda do carro avariada. Muller foi para os boxes, para reparar o seu carro, perdendo as chances de pontuar.

Huff venceu de ponta a ponta. Mesmo próximo durante toda a prova Tarquini não teve chances de tentar a ultrapassagem, cruzando em 2º, 0s796 atrás. Menu foi o 3º.

O brasileiro Augusto Farfus (BMW 320si) terminou em 4º, seguido pelo parceiro de equipe Priaulx, que fez uma grande prova de recuperação. Turkington foi o 6º, com o dinamarquês Michel Nykjaer (SEAT) em 7º e Darryl O’Young (Chevrolet Lacetti) fechando a zona de pontos.

Depois da disputa das duas provas O’Young foi considerado culpado pelo toque no português Tiago Monteiro (SEAT Leon TDI) que rodou. Ele recebeu uma punição de 30 segundos em seu tempo final, caindo da 8ª para a 17ª posição. O dinamarquês Kristian Poulsen (BMW 320si) passou para a 8ª posição, sendo o vencedor entre os pilotos independentes.

Com a punição aconteceu depois, o piloto de Hong Kong largou na pole para a segunda prova no grid inverso dos oito primeiros.

Final, prova 1:

1. Robert Huff GBR Chevrolet Cruze 12 voltas em 28m46s901
2. Gabriele Tarquini ITA SEAT Leon TDI a0.796
3. Alain Menu SUI Chevrolet Cruze a 2.036
4. Augusto Farfus BRA BMW 320si a 2.345
5. Andy Priaulx GBR BMW 320si a 12.874
6. Colin Turkington GBR BMW 320si a 13.202
7. Michel Nykjaer DINSEAT Leon TDI a 14.256
8. Kristian Poulsen DIN BMW 320si a 15.680
9. Tiago Monteiro POR SEAT Leon TDI a 16.524
10. Stefano D’aste ITA BMW 320si a 18.780
11. Sergio Hernandez ESP BMW 320si a 20.905
12. Fredy Barth SUI SEAT Leon TDI a 21.363
13. Franz Engstler  ALE BMW 320si a 22.484
14. Mehdi Bennani MAR BMW 320si a 24.250
15. Harry Vaulkhard GBR Chevrolet Lacetti a 26.554
16. Andrei Romanov RUS BMW 320si   a 39.022
17. Darryl O’Young HKG Chevrolet Lacetti a 45.467 *
18. Fabio Fabiani ITA BMW 320si a 1:24.872
 * Punido com 30 segundos de acréscimo ao tempo final, por toque em Monteiro

Abandonos:
                             
Yvan Muller F Chevrolet Cruze 6 voltas     
Norbert Michelisz H SEAT Leon TDI 3 voltas**     
Jordi Gene E SEAT Leon TDI 0 volta    
Tom Coronel NL SEAT Leon TDI 0 volta

**Punido com a perda de dez posição na próxima corrida em Oschersleben

Prova 2:

Priaulx venceu pela quinta vez no ano. Turkington foi o 2º, com Menu na 3ª posição. Foi a 50ª vitória da BMW na categoria.

Na largada Turkington, 3º no grid, e Priaulx, o 4º, superaram a dupla da primeira fila, O’Young ( que caiu para 8º) e Nykjaer. Na segunda volta o tricampeão passou Turkington, que não corre mais como piloto independente, abrindo rapidamente uma confortável vantagem.

Turkington passou a ser pressionado por Tarquini, com Menu e Huff logo atrás. Na 4ª volta o atual campeão escapou da pista, com Menu assumindo a 3ª posição, mas sem ameaçar Turkington. Faltando três voltas para o final Tarquini abandonou com problemas no injetor.

Priaulx venceu com 2s254 de frente para Turkington, com Menu na 3ª posição. Após uma intensa luta, e troca de posições nas voltas finais, entre Huff e Farfus o piloto da Chevrolet cruzou na 4ª posição. Monteiro foi o 6º, seguido por O’Young ( que venceu entre os independentes) e Barth. Muller terminou em 12º, saindo da Brno sem pontos.

Muller mantém a liderança do campeonato, com 199, mas viu Tarquini diminuir a diferença para apenas cinco pontos. Priaulx é o 3º com 183. Farfus é o 7º com 109.    

O espanhol Sergio Hernández (BMW 320si) lidera entre os Independentes, com 96 pontos. D’Aste é o 2º com 78.

A próxima etapa acontece em Oschersleben, na Alemanha, no dia 05 de setembro.

Final, prova 2:

1. Andy Priaulx GBR BMW 320si 10 voltas em 22m22s054
2. Colin Turkington GBR BMW 320si a 2.254
3. Alain Menu SUI Chevrolet Cruze a 3.353
4. Robert Huff GBR Chevrolet Cruze a  5.347
5. Augusto Farfus BRA BMW 320si a 5.724
6. Tiago Monteiro POR SEAT Leon TDI a 7.501
7. Darryl O’Young HKG Chevrolet Lacetti a 10.212
8. Fredy Barth SUI SEAT Leon TDI a 11.698
9. Stefano D’aste ITA BMW 320si a 12.581
10. Tom Coronel HOL SEAT Leon TDI  a 16.584
11. Sergio Hernandez ESP BMW 320si a 19.233
12. Yvan Muller FRA Chevrolet Cruze a 20.016
13. Jordi Gene ESP SEAT Leon TDI a 20.555
14. Norbert Michelisz HUN SEAT Leon TDI a 20.837
16. Harry Vaulkhard GBR Chevrolet Lacetti a 23.840
15. Mehdi Bennani MAR BMW 320si a 52.069 *
17. Andrei Romanov RUS BMW 320si  a 52.309
18. Gabriele Tarquini ITA SEAT Leon TDI a 2 voltas
19. Kristian Poulsen DINBMW 320si a 2 voltas
20. Fabio Fabiani ITA BMW 320si a 2 voltas
* Punido com 30 segundos de acréscimo ao tempo final, por toque em Poulsen
O’Young e Bennani irão perder dez posições no grid, que ficarão em suspenso por duas e uma prova, respectivamente

Abandonos:
                             
Franz Engstler ALE BMW 320si 4 voltas    
Michel Nykjaer DIN SEAT Leon TDI 0 voltas 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *