Sprint Race cumpre primeira metade da temporada 2018 e têm campeão da Winter Cup

O quarto encontro da sétima edição da Sprint Race Brasil esteve repleto de novidades para todos no grid, de novatos aos mais experientes, que tiveram um incentivo extra para buscarem a vitória na Corrida Noturna realizada no último sábado, 21 de julho, quando aconteceram as provas 7 e 8 no circuito do Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina (PR), que para muitos dos inscritos a pista foi inédita, foi a busca do título do Winter Cup.

O minitorneio Winter Cup é equivalente a 2ª, 3ª e 4ª etapas do calendário da temporada 2018. A cada etapa foram elaboradas regras diferenciadas com o intuito de promover uma maior interação com o público, sendo que para a Londrina estiveram as seguintes: vitória geral, 2 pontos; pole position geral, 2 pontos; sorteio via Instagram, 2 pontos; vencedor Kart Indoor, 2 pontos; pódio PRO e GP, 1 ponto; distribuição de brindes nos boxes, 1 ponto e promoter uniformizada, 1 ponto.

O prêmio foi concedido ao piloto Gerson Campos em cerimônia realizada na noite do sábado na Level 2 Club, em Londrina. O campeão levou 20 mil reais em investimentos para o próximo ano. “Olha, representa muito, muito mesmo, receber a notícia do título! Esse final de semana foi o mais difícil que já tive correndo na Sprint, porque tive uma punição que não achei justa, mas aceito a decisão da federação filiada a CBA que é um colegiado, a gente tem que aceitar, por mais que não fosse o resultado desejado. Na segunda corrida, tive o farol apagado, então não pontuei nas duas etapas. Por isso, é uma notícia boa para levar daqui de Londrina, sendo que é sempre gostoso estar aqui no final de semana”.

O objetivo da Winter Cup é de que se um piloto não tem chance de ser campeão na geral, pelo menos ele pode ganhar umas copas internas da competição e levar o prêmio. “É excelente esse regulamento da Winter Cup, que envolve outros fatores extra pista, como a união dos pilotos e estimula ações da categoria, como o carro mais bonito que mobilizou e promoveu a categoria. E o papel de todos pilotos, não só nós Acelerados é popularizar a Sprint e o automobilismo, então acredito que a Winter é um torneio muito bom nesse sentido e fico muito feliz de poder ganhar”, completou Gerson Campos.

As exibições das corridas acontecem durante a semana seguinte a cada etapa na programação dos canais BandSports e PlayTV, além da cobertura completa no Programa Acelerados – no SBT e no YouTube (youtube.com/acelerados).

Sistema de Premiação

O sistema de premiação da Sprint Race para a edição 2018 permanece a mesma. Para a classificação dos pilotos dentro da mesma corrida, na PRO, por exemplo, que confrontará os pilotos com até 28 anos, e haverá a Sprint Race GP, para a idade de 28 ou mais. Podem se inscrever também, pilotos com menos de 28 anos que nunca tiraram carteira de piloto.

– Winter Cup: terá a 2ª, 3ª e 4ª como etapas de referência e a premiação será um troféu diferenciado e cheque de R$ 20.000,00.

– Final Cup: terá a 5ª, 6ª e 7ª como etapas de referência e a premiação será um troféu diferenciado e cheque de R$ 30.000,00. Neste caso, somente pilotos inscritos no campeonato com participação em no mínimo seis etapas.

– Campeão: : receberá um troféu diferenciado e cheque de R$ 50.000,00.

– Rookie of the year: : para pilotos estreantes e que participaram em até três etapas nos anos anteriores da categoria. Receberá como prêmio um troféu diferenciado e cheque de R$ 25.000,00.

As premiações não são acumulativas. Sempre prevalecerá o maior prêmio, portanto, a premiação é invendável e intransferível. Os cheques são simbólicos revertidos a um desconto com valor equivalente aos pilotos que fecharem contratos anuais para o ano seguinte na própria Sprint Race Brasil. Em caso de separação das duplas vencedoras para o ano seguinte, os créditos serão automaticamente divididos entre os pilotos.

A Sprint Race Brasil é patrocinada pela Albriggs, aQuamec, Pirelli, Motul, Fremax e Vivamil.

Confira a classificação da Winter Cup, após as etapas de Rivera (URU), Interlagos (SP) e Londrina (PR):
1) #82 Gerson Campos, 17 pontos
2) #27 Luiz Túrmina, 15
3) #113 Diego Ramos, 11
4) #13 Rapha Campos, 10
5) #09 Cassio Cortes, 8
6) #111 Bruno Bertoncello, 5
7) #55 Caê Coelho, 5
8) #20 Jorge Garcia, 4
9) #34 Rodrigo Elger, 4
10) #37 Ricardo Haag, 2
11) #77 Rodrigo Rocha, 2
12) #44 Luiz Arruda/ Marcelo Gomes, 2
13) #07 Kau Machado, 2
14) #19 Luciano Zangirolami / Rafael Seibel, 2
15) #99 Vinny Azevedo/Vinícius Margiota, 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *