Sprint Race: Marcus e Lucas Peres, pai e filho, farão estreia na sexta etapa

Evento será no dia 06 de setembro no anel externo (oval) do autódromo de Curitiba

Mateus Peres e Lucas Peres, estão presentes na próxima etapa, dias 06 e 07 de setembro, no Autódromo Internacional de Curitiba, na sexta etapa da Sprint Race Brasil que tem se desenvolvido como escola para pilotos de turismo. Pai e filho, estarão pela primeira vez na competição e comandarão o Sprint Race #78, com motor V6 de 270 cv, nas duas corridas no circuito oval com 2.550 metros de extensão.

“Curitiba é a pista que já andei que mais gosto, mas nunca andei no anel externo, será uma nova experiência. Espero me adaptar bem ao carro e conseguir ser competitivo no fim de semana”, comenta Lucas, que começou a competir aos 16 anos, no campeonato regional em Londrina na categoria Speed Fusca. Disputou mais tarde o Campeonato Paranaense da mesma categoria, andando em pistas como Curitiba e Cascavel. A última categoria que esteve foi a Marcas A em um VW Gol.

Para a sexta etapa programada da quarta edição na competição com este estilo de prova em anel externo, Lucas garante que a expectativa é grande. “Estava quieto no meu canto e resolvi aceitar o convite do Lucas para participar dessa etapa da Sprint Race. Espero tirar a “ferrugem” e me adaptar ao carro e conseguir o melhor resultado possível” acrescenta Marcus Peres, de 52 anos.

O piloto experiente já conhece o traçado oval de Curitiba, no ano de 2000 fez duas provas no Campeonato Brasileiro de Stock Light,quando marcou um 4º e 7º lugares. “Gosto muito do traçado de Curitiba que é um dos meus preferidos, junto com Goiânia”, explica o piloto, que iniciou a carreira no automobilismo em 1987 no kart, com participações na Speed Fusca, Copa Corsa, Brasileiro de Fiat Uno, Fiat Palio, Omega Stock Light e Protótipos. Os seus melhores resultados foram: 3º lugar (classificação final) no Brasileiro de Fiat Uno Novatos em 1997, 3º lugar (classificação final) na Palio B em 1998 e vice-campeão da Brascar-Protótipos em 2005.

Sistema de Disputa

Em 2015 o sistema de disputa da Sprint Race permanece o mesmo, com 16 corridas que acontecem em oito datas diferentes, sendo este ano 23 minutos de prova e mais uma volta, onde cada carro pode ser representado por um ou dois pilotos. No caso das duplas, cada piloto terá o mesmo tempo de treinos e corridas. A premiação será do primeiro ao terceiro lugar, sendo que em cada etapa o vencedor recebe um prêmio.

A Sprint Race têm patrocínio da Alpina, Pirelli, Ecopads, Bardahl, Fremax e Rio Custom.

Classificação do campeonato após 5ª etapa (10 primeiros colocados):

Categoria PRO

1) 27 Billy Zonta/ Felipe Lobo, 179 pontos

2) 17 Pietro Rimbano, 173

3) 79 Flávio Lisboa/ Caito Vianna, 162

4) 94 Gustavo Kiryla, 161

5) 10 Berlando Junior/ Lucas Villela, 118

6) 85 Enzo Bortoleto, 116

7) 77 Luca Milani, 104

8) 94 Marco Garcia, 98

9) 04 Luiz Santos/ Lucas Gohr, 80

10) 14 Gustavo Martins, 45

11) 1 Gaetano Di Mauro, 25

Categoria GP

1) 44 Kau Machado, 231 pontos

2) 8 Fábio Brecailo, 210

3) 36 Felipe Rabello/ Matheus Marini, 176

4) 07 Vinícius Margiota, 138

5) 55 Osman Didi, 131

6) 39 Eduardo Serratto/ Marcelo Rodriguez, 112

7) 55 Caê Coelho, 90

8) 44 Rodrigo Gil, 84 

9) 7 Rodrigo Matos, 72 

10) 1 Roberto Milani, 26 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *